A dor da perda de um filho

Certa vez ouvi dizer que na adversidade Jesus toma conta de todo nosso ser, de fato isso aconteceu comigo no dia 11 de outubro de 2008. Nesse dia recebi uma notícia que nenhuma mãe gostaria de ouvir, ou seja, que meu filho acabara de falecer em um acidente de moto. Naquele momento senti meu coração esfriar e ao mesmo tempo, medo, insegurança, dúvidas, e por fim tristeza tomaram conta da minha vida. Depois de algumas horas veio a confirmação de que realmente meu filho havia partido desse mundo e junto dele muitos projetos ao qual ele planejava e eu também como mãe sonhava para ele,simplesmente pararam no tempo.

A dor de não poder mais ver meu filho falar, sorrir, abraçar- me, colocar- me em seu colo, levar- me para passear, enfim não aconteceria mais. Eu não conseguia ficar em pé diante da dor que parecia me consumir e nem mesmo sequer ouvir o que as pessoas falavam para mim naquele momento. Restava- me apenas segurar a camisa de meu filho junto a meu rosto, como que em dado momento o substituísse, e chorar deitada em uma cama pois uma parte de mim também partira junto com ele. Mas como o Senhor não nos abandona nunca, eis que uma pessoa veio ao meu encontro, envolveu- me em seus braços, e disse aos meus ouvidos com autoridade que Jesus lhe concedia a seguinte frase: Assim como minha mãe ficou de pé diante de meu sofrimento, você vai ficar de pé diante de seu sofrimento, pois como filha escolhida, sentirá meu amor preencher o espaço vazio deixado em seu coração com a partida de seu filho. Sem dúvida alguma senti naquele momento, Jesus e Maria segurarem-me pelas mãos e conduzirem- me para o que seria o último momento de uma mãe diante de seu filho,que já se encontrava nos braços do Pai.

Minha dor só não foi maior que a de Nossa Senhora, que assistiu de perto todo o sofrimento de seu filho Jesus, horas antes dele morrer. Graças a Deus que teve compaixão de mim, não permitindo que meu filho sofresse. Uma frase citada na música da Adriana ( Canção Nova ) guardo em meu coração. “Lágrimas doem pra valer, mas sempre há de prevalecer. Toda vontade do Senhor presente em minha vida.” Agradeço a Jesus por ter enviado uma pessoa para ficar a meu lado durante todo tempo em que fiquei diante de meu filho, pois o Senhor quis precisar dela para amenizar minha dor, dizendo tudo aquilo que o Espírito Santo queria que eu ouvisse, para que eu ficasse de pé, conforme havia anunciado.

Meu filho foi sepultado e nossa separação foi consumada apenas fisicamente, pois ele permanece vivo para sempre em meu coração, da mesma forma que Jesus e Maria também. Sinto isso, pois na manhã seguinte ao contemplar um novo dia que surgia, perguntei ao Espírito Santo se meu filho Rafael estava feliz diante de sua nova morada, queria uma resposta concreta através de algo que pudesse ver. No mesmo instante próximo a janela de meu quarto pousou um pássaro, muito bonito por sinal, que ficou olhando para mim durante alguns minutos o suficiente para que sentisse uma paz muito grande e tivesse certeza de que minha pergunta fora respondida.

Obrigado Senhor por viver a sua palavra no evangelho de João Cap. 11 Versículos 25-26. Disse- lhe Jesus: “Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim ainda que esteja morto, viverá. E todo aquele que vive e crê em mim, jamais morrerá “ .

A paz de Jesus e todo amor de Maria estejam com vocês.

Autora: Gláucia, irmã do Émerson da Danielle

1.022 pensamentos sobre “A dor da perda de um filho

  1. Obrigada minhas amigas/o pelo apoio e força, realmente é essa a conclusão que chego, o que me está dando forças para continuar é principalmente esta fé que tenho em DEUS ,embora não as veja e sinta fisicamente , o que é doloroso, ao mesmo tempo sei que elas estão presentes em mim ,em tudo que faço ,a todo lado que vou etc…… também me lembro e agradeço todo o apoio da minha familia ,fonte apoio muito importante,que sei que me amam .
    É bom saber que voçês estão aí desse lado,que também estão a passar pelo mesmo que eu ,vossas palavras me deram muita mas muita força e animo gostava de poder continuar a contar com voçês nesta dor enorme ……..mesmo assim tá muito dificil aguentar………

  2. PERDI minha esposa e minha filhinha de 42 e 9 anos ,num acidente de viaçao………nao vou aguentar estas perdas…………..que vou fazer ? ????? perdi tudoooooooooo……. :( já não tenho vida………

    • João meu amigo, sinto muito mesmo. Aguente firme, cada dia será uma batalha, só o tempo poderá te ajudar. Reze para Deus cuidar delas, continue sua jornada. Quando chegar seu dia de partir, com certeza você irá encontrá-las para um abraço eterno. Lute e não desista. Seus pais parentes irmãos precisam de você. Eu perdi minha filhinha também. Espero muito encontrar com ela quando Deus me chamar. Abraço.

    • Meu amigo Joao.
      Meu filho foi morar com DEUS HÁ 64 DIAS..entendo a dor que vocÊ está passando..Sei que nesse momento nao tem nada que nos ajude..A unica forma de me manter viva e aprender a sobreviver foi me agarrando a DEUS…E entendo que ELE não quis matar meu filho..Por que Deus e amor.. Sei que voce deve estar revoltado com Deus..por ter levado sua familia..Mas meu amigo se agarre a ele com toda sua fé e seu amor por elas…
      Não e fácil mesmo…. me emocionei com sua história….Mas se agarre a Deus…e Pense nelas com amor e carinho..Porque elas precisam que voce esteja bem..para poderem evoluir…Sei que estao juntas Uma cuidando da outra..E com certeza se pudessem falar com você pediria para voce nao deistir de viver.. e continuar a ter fé em Deus..pois ele é maravilhoso..

      força meu amigo..

      Jéssica

    • João você certamente vai receber grande apoio de nossas amigas de dor Eliete e Regina, mas como mãe que também chora a perda de uma filha com 19 anos te digo, reze, reze e reze, peça força a Deus na oração incessante, leia a bíblia, principalmente o Novo Testamento como os evangelhos e cartas de Paulo, Pedro, Tiago, e veja tudo o que Deus nos fala da morte e da vida eterna através de sua palavra, todas as suas promessas para a vida eterna. Aqui nessa vida nos deparamos muito mais com sofrimentos do que alegrias, porque não somos daqui, estamos só de passagem e dia virá que iremos todos nos encontrar para finalmente termos a alegria e paz eterna. A única forma de sobreviver a uma tragédia assim é pela fé, e na confiança que nosso pai está nos segurando o tempo todo, temos que confiar. “Meu justo viverá pela fé” (Hebreus 10-38). Conte com nossas orações e força.

Escreva aqui o seu comentário, seu testemunho, seu pedido. Em breve, responderemos. Paz e Bem!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s