Inexplicável dor

Não tenho a intenção de escrever sobre as dores de quem passa pela perda de um filho, até porque é uma dor única, indescritível, inexplicável. Cada um sabe o tamanho de sua dor. No entanto, a intenção é contribuir através de uma rápida reflexão.

Perder alguém não é fácil, principalmente se esse alguém é nosso(a) filho(a)…  Seja lá como essa perda aconteceu, seja ela  de causa natural ou não. Seja jovem ou mais velho, sadio ou doente, isso não importa. Perder sempre é dolorido demais.

Não temos respostas, até porque as que temos são insuficientes ou incapazes de aliviar essa dor.

O tempo não mata a saudade, não diminui as distâncias, mas nos faz reorganizar sozinhos, quase sempre, aquele momento que para nós era o fim.

Queremos entender o porquê. Tentamos buscar explicações que nos aliviem. Tentamos compreender o que aconteceu. Diante de tantas perguntas, nenhuma resposta.  De imediato, nada faz sentido.

Passam-se os dias, as semanas, muitas noites mal dormidas, o silêncio interminável, a dor que transpassa nossa alma, aquela vontade de se ter um sinal.

É um caminho a ser percorrido. Apenas podemos optar em percorrê-lo com fé, confiança em Deus ou simplesmente optamos por nos render e aí, nada mais faz sentido.

Os familiares são importantes. Os amigos também. Eles sempre são importantes. Mesmo o silêncio, o abraço, a companhia, um olhar apenas faz muita diferença nesse momento.

O importante, embora a gente sinta necessidade de fazer, é não se isolar. Não se isolar significa que às vezes podemos ficar sozinhos, mas que não devemos nos afastar dos outros, da vida.  O isolamento é prejudicial. É um salto para a depressão, a angústia sem fim.

Poder falar sobre a perda faz toda a diferença. É importante estar ao lado de pessoas que possam nos ouvir. Em certos momentos, basta nos ouvir.

Ter fé faz toda a diferença, porque vivemos dela, e é por ela que continuamos nossa jornada. Sem fé nada faz sentido. Sem fé tudo parece ter terminado sem explicação. Mas sabemos que não é assim. Somos seres dotados de uma força interior vinda do coração do nosso Criador, nosso Deus. É Ele, pela fé que acalma o coração e nos impulsiona a seguir, certos de que no Céu um dia nosso(a) filho(a) vamos reencontrar.

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!

Regina Araújo

Anúncios

2 pensamentos sobre “Inexplicável dor

  1. Aprendi falar mais sobre a partida do meu filho Gustavo depois que passei a frequentar o grupo de reflexão
    Cada dia que passa aprendo a ouvir mais e prestar mais atenção em tudo que escuto
    Nessa semana ouvi falar sobre ETERNA JUVENTUDE imediatamente lembrei de nossos filhos que tiveram suas vidas interrompidas na juventude
    Amiga Regina será que quando nos encontrarmos com nossos filhos RENATA E GUSTAVO junto com todos os filhos que antecederam seus pais entenderemos como é a eterna juventude
    Na casa do Pai há muitas moradas e eles foram na nossa frente para preparar as nossas moradas
    Essa é a nossa missão viver na fé de Nosso Senhor Jesus Cristo e aguardarmos esse encontro para juntos viver a VIDA ETERNA

  2. Regina, minha amiga querida!

    Com vocês do grupo filhos no céu, eu aprendi que é injusto chamar de luto a dor que se sente com a perda de um filho.
    Essa dor não tem nome, tem é um misto das várias dores que se sente, dor da perda, dor da saudade, dor de tristeza, dor de amor que esparrama, pois não tem a quem ofertar o amor que ficou, dor de impotência, dor que escandaliza a alma por quebrar o coração em várias partes.
    O que fazer com essa dor? Esperar passar? Não, isso leva tempo.
    Essa dor tem que passar pelo processo de alquimia, ser transformada em esperança de quem um dia irá encontrar o filho que partiu, e essa alquimia, como você sempre diz, minha amiga, é missão assumida.
    O filho partiu, foi viver na morada do Pai e como você bem escreveu é na fé que se vive a missão de se ter esperança para o reencontro.

    Jesus os abençoe sempre.

Escreva aqui o seu comentário, seu testemunho, seu pedido. Em breve, responderemos. Paz e Bem!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s