Agradecer para não perecer

Agradecer para não perecer

 A dor que transgride a minha alma não pode me impedir de sentir o gosto do vinho que antes era água.

A dor que invade a minha alma não pode me fazer refém, esquecendo o bem que eu sentia quando meu coração se transfigurou em paz e em felicidade quando estava diante do amor.

A dor não pode infiltrar em minha vida e ser razão perpétua, cegando os meus planos e me fazer acordar das insônias dos meus sonhos vindouros.

A dor não é um discurso de desnutrição permanente, se observo o coração que não mais carece de alimento, porque foi saciado na multiplicação do amor vivido.

A dor que pôs fim em alguma das muitas histórias da minha vida não é viagem apocalíptica, me fazendo chegar ao fim sem ao menos ver a ponte que me leva a eternidade.

A dor não é escuridão apagada, é lampião sobre a mesa me fazendo escrever a lição aprendida.

O sofrer não pode ser maior que o viver, porque o amor faz enxergar a cegueira natalícia.

A dor se atrasa, chega apenas quando a virtude agraciada do amor já fez vítima o coração, se não for por reconhecer a falta do amor, nem percebemos que a dor é ruim.

A dor que há em mim não pode me fazer infiel a fidelidade do amor incondicional.

Creio na vida por que ela é vida, não é resto, não é pequena, não é plural.

A vida é singular e cada qual na sua perfeita sublimidade.

O que fere a rosa não são os seus espinhos, mas a retirada de todos eles.

Entenda o sentido da vida, agradecendo.

Entenda o sentido do agradecer e todo o resto lhe será acrescentado. Agradecer liberta o coração. 

Celebre a vida quando essa deixa marcas de um amor imolado.

Resolva ser o destino de sua própria vida.

No progresso do caminho de ser pessoa está a crença em ser vida plena da Graça de Deus.

Pense em tudo que foi feito, em toda a história, no Verbo encarnado que participou do projeto humano.

A humanidade se faz eterna por que há um Deus que rompeu os corações para Ser junto em cada ser humano na figura de Cristo.

Deus não precisou da fé humana para ser humano, Deus só sentiu amor para se fazer humano.

O mesmo amor que deve ser contemplativo de tão imenso que se faz.

 

Maria Eliete Gomes

Anúncios

Escreva aqui o seu comentário, seu testemunho, seu pedido. Em breve, responderemos. Paz e Bem!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s