Reflexão do mês de julho de 2012

 

REFLEXÃO DO MÊS

 

julho de 2012

 “ .. começou a enviá-los dois a dois.. ” (Mc 6,7)

Julho é o mês do <Mandato>. O tempo no qual Jesus nos convida a refletir sobre a direção a tomar no caminho da nossa vida para desenvolver a nossa missão. Ele quer que prestemos a máxima atenção ao chamado pessoal que cada um de nós teve, segundo a Sua vonade, e ainda mais à resposta que cada um dará, dia após dia, à disponibilidade para realizá-lat, com todo o coração, toda a mente, todas as forças. E isso, não só para uma nossa garantia egoística de salvação, mas para um projeto de amor gratuito, para que os nossos filhos no Céu e tantos outros irmãos tenham a vida eterna.

Diante da morte de um filho ou uma filha, ou no período sucessivo de elaboração e partilha do luto, é fácil perguntar-se: <Afinal, o que é que Deus quer de mim?>

É certo que as indicações que Jesus nos dá através da Sua Palabra são claríssimas:

<Queres verdadeiramente percorrer o caminho que leva ao encontro glorioso e eterno com teu filho ou tua filha? Segue-me! Não pergunte se estás ou não a altura da missão, aproxime-se de mim! Não é importante o que tens, mas o que és. Não leves pesos inúteis, não procure falsas palavras de consolação ou outras seguranças que poderiam ser obstáculo na caminhada. Leve só a ti mesmo. Deixe tudo o que é inútil e estejas somente comigo. E a minha proximidade te dará a luz e a força para realizar a tua missão. Deves só dizer o teu sim e abandonar-te dia-após-dia à minha Palavra. Eu mesmo te indicarei o caminho e te escolherei o companheiro de viagem. Estarei sempre ao vosso lado, vos sostentarei nas dificuldades, vos levantarei nas quedas, vos cobrirei de toda consolação. Rios de bênçãos descerão sobre vocês, sobre vossos filhos no Céu, e abreviareis a sua purificação >

Quem aderir à Sua vontade e ao seu Projeto, levará o anúncio de Ressurreição ao irmão, o tirará da solidão e do desespero da morte, fará surgir uma semente da comunidade “Fihos no Céu”, Escola de Fé e de Oração e doará um sopro de Vida Eterna.

Refletindo e rezando

Estou particularmente atento à Palavra que o Senhor pronuncia para mim, todos os dias, durante a Santa Missa? Abro o meu coração ao Seu chamado com sincera disponibilidade? Desejo com todo o coração, toda a mente, todas as forças realizar o Seu mandato de consolação? Me confio totalmente a Ele ou apresento as costumeiras desculpas para escapar à sua vontade? Peçamos a Maria, nossa Mãe Consoladora, para ajudar-nos a seguir a la Sua vontade.

Por Andreana Bassanetti, fundadora do grupo “Figli in Cielo”

Anúncios

Um pensamento sobre “Reflexão do mês de julho de 2012

  1. De fato quando perdemos um filho(a) estes sentimentos tomam conta de nós e aí é preciso buscar a consolação no Senhor, fazer esta seleção e se desfazer de tudo que nos faz duvidar da proposta de vida em Deus, nosso Pai.

Escreva aqui o seu comentário, seu testemunho, seu pedido. Em breve, responderemos. Paz e Bem!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s