Retomando a vida

RETOMANDO A VIDA

 

Certo dia, algum tempo depois da partida da Renatinha, uma senhora me perguntou como consegui retomar minha vida. Respondi que era pela graça e misericórdia de Deus, que vem ao nosso encontro, nos ampara, nos capacita e nos coloca em pé para que possamos cumprir nossa missão. É somente pela Graça de Deus!

Nem sempre o que sentimos no coração deve estar estampado no rosto. A dor é nossa e não dá para explicar uma dor inexplicável.

Isso me levou a refletir se um pai ou mãe enlutados podem ser felizes novamente.  Parece impossível se pensar em felicidade. Na verdade achamos que nunca mais seremos felizes.

O luto é um processo, muito difícil, de muita dor. É um tempo de mudanças e transformações, por dentro e por fora. Neste processo dois tempos correm juntos: o tempo que segue naturalmente de acordo com o relógio e o tempo interno de cada um, e nem sempre eles coincidem. O tempo interno do coração tem um ritmo particular e único, por isso o luto é diferente para cada pessoa.

Nenhum pai ou mãe se prepara para se despedir de seus filhos, mesmo que estejam doentes.  Quando eles nascem, sonhos e projetos nascem juntos. Quando eles partem, levam esses sonhos e projetos inacabados, às vezes nem iniciados. Fica um vazio absurdo e indescritível. Ficamos sem chão. Humanamente não encontramos sentido nem justificativas que nos façam entender. É mistério de Deus, e só Ele pode acalmar nosso coração. Só Ele nos dá serenidade e lucidez para suportarmos essa dor. Só Ele é capaz de permitir que o desespero seja substituído pela esperança.

É muito difícil para o pai e mãe enlutados retomarem até as atividades mais simples do dia a dia.  É como se tivesse uma camada cinzenta, uma escama grudada nos olhos cegando e deixando tudo sem graça, sem cor… Tudo perde o brilho. Mas chega um momento que precisamos arrancar essa escama escura e olhar novamente o brilho de Deus refletindo em nossa vida. O brilho que se irradia das pessoas que Deus colocou ao nosso lado.  Luto compartilhado é luto amenizado.

Retomar a vida não é fácil. Antes precisamos elaborar melhor o processo do luto dentro da gente. E retomar a vida, ser feliz novamente não quer dizer que não sentiremos mais saudade dos nossos filhos ou que a vida voltará a ser como antes. Nada mais será como antes. Mas também não quer dizer que nunca mais seremos felizes.

Se olharmos para o sofrimento com o olhar da fé e da esperança na vida eterna, certamente seremos transformados e consolados.

O tempo também ameniza a dor, porém a saudade continua, só que de maneira mais amena, e que não quer dizer esquecimento.

As lembranças continuam vivas, queridas, cheias de amor e carinho sem fim.
A saudade será sempre nossa companheira, porque a meu ver só sentimos saudades do que foi bom e de quem amamos. Mas a dor aguda da perda vai sendo amenizada ao longo de um certo tempo. As recordações virão, e aos poucos vamos aprendendo a lembrar dos momentos com mais gratidão no coração. Gratidão pelo tempo que desfrutamos da companhia dos nossos filhos, por tudo o que vivemos e sentimos ao lado deles.

Tenhamos paciência conosco. Tenhamos paciência com a nossa dor.  “Tudo tem seu tempo. Há um momento oportuno para cada coisa debaixo do céu.” (Eclesiastes 3). O importante é segurar firme nas mãos de Deus e não desanimar jamais.  

Deus nos criou para a vida plena. Não aqui, mas no céu, onde nossos filhos já se encontram. 

Tudo tem seu tempo, e Deus nos mostrará o momento certo de mudar o passo, com muita paciência e fé, com coragem e ânimo novo seguindo em frente sem desanimar,  até o tão esperado dia do reencontro com os nossos filhos. Que Maria, Mãe Consoladora nos ajude!

 

 Regina Araújo

 

 

Anúncios

Um pensamento sobre “Retomando a vida

Escreva aqui o seu comentário, seu testemunho, seu pedido. Em breve, responderemos. Paz e Bem!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s