O amor verdadeiro nos ensina o desapego.

O amor verdadeiro nos ensina o desapego

 

Há sempre um momento na vida que é preciso compreender que nada é nosso, que temos como nosso a vida e a alma.

Precisamos compreender que o amor é valioso e corretamente perfeito quando encontramos nele a força movedora para nossas ações e nossas atitudes.

O amor não pode ser usado como razão de apego, pois o amor verdadeiro permite a despedida, mesmo que doa dentro de quem fica, mas ao ver que a outra pessoa parte e não sofre, o amor ensinará o significado da liberdade e fará todos a viverem sem dor.

O amor verdadeiro dita que nada é para sempre, que tudo passa, que a alegria perpétua é na eternidade, mas que as doces lembranças já são suficientes para fazer da mundo um ótimo lugar para se contar história.

O amor verdadeiro sente saudade, mas não se desvencilha da esperança, fica firme com ela, sabe que após a esquina há um tempo onde é possível encontrar a quem se amou e partiu.

O amor verdadeiro dá valor a vida, dá valor a presença, pois mesmo em meio a adversidades materiais, a presença de quem se ama ainda é a maior riqueza.

O amor verdadeiro exalta o ser com a felicidade do outro, mesmo quando a própria felicidade está sob o esconderijo de alguma sombra.

O amor verdadeiro não permite que seja feito algo ruim, pois o amor é a antítese do ódio e só por essa razão nenhum mal pode ser feito em nome do amor. E, se por acaso alguém disser que fez algum tipo de mal por amor, não foi o amor a razão verdadeira e sim a falta dele.

O amor quando real se inova, não permite que tudo seja igual, ele enaltece o humano com suas qualidades, independente dos seus defeitos, amor verdadeiro enxerga os defeitos e convive caridosamente com eles.

O amor não inveja, não sente ciúmes, não mente, não perde o caminho, apenas permite que tudo em sua volta aconteça por razão do amor.

O amor verdadeiro não é apego. É liberdade para não ter onde repousar a cabeça, é liberdade para compreender que a cada dia basta a sua própria preocupação, o amor verdadeiro é liberdade para se entregar à cruz, porém com o amor sofre-se o corpo, mas a alma não.

E por fim o amor verdadeiro não se apega a nada que nos leva a morte, porque para o amor tudo é vida e vida que se ressuscita no amor verdadeiro que é Deus.

 

Eliete Gomes

Anúncios

Um pensamento sobre “O amor verdadeiro nos ensina o desapego.

  1. Bomdia elite ,a cada dia aprendo mais com suas mensagens!!meu amado filho partiu em 2009 e através do grupo filhos no céu ja estou começado a renumsiilo mas por amar demais,
    E com esta mensagem vejo o cuanto eu estava o prejudicando
    Querendo ele comigo,hoje sei suporto viver sem ele mas por amor,
    E
    Sei que nosso amor e eterno porque o verdadeiro amor transede até a eternidade….beijos querida,i que deus abençoi hoje e sempre..D.

Escreva aqui o seu comentário, seu testemunho, seu pedido. Em breve, responderemos. Paz e Bem!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s