Reflexão do mês de março de 2014

REFLEXÃO DO MÊS

 

Março de 2014

 

“ …e os levou a um lugar à parte, sobre uma alta montanha …” (Mt 17,1)

 

Março é o mês da’ <Alta Montanha>. O tempo no qual Jesus quer tomar-nos consigo e como seus amados discípulos para fazer-nos subir com Ele sobre uma <alta montanha>. Quer fazer-nos contemplar e saborear antecipadamente o esplendor da sua glória de Filho de Deus, o Amado, no Qual o Pai põe todo seu agrado.

A mesma transfiguração que agora faz resplandecer os nossos filhos no Céu, podemos viver também nós aqui e agora, se escutamos e cumprimos a sua Palavra, se caminhamos com Ele, por Ele, n’Ele, segundo a Sua vontade. Também nós desde agora podemos ser transfigurados à Sua imagem e semelhança, como os nossos filhos que nos precederam no Reino, toda vez que subimos com Ele, num lugar à parte, sobre uma<alta montanha>.

Quem vive a tremenda experiência da morte de um filho, de uma filha, de uma pessoa querida, desde o primeiro momento, porquanto dolorosíssimo, não pode fazer menos do que sentir dentro uma força propulsora que o impulsiona a ir além, a esperar contra toda esperança. Porquanto ferido de morte, o nosso coração sente e crê que um amor tão grande não pode acabar.

Nasce dentro um desejo de vida que desde o profundo nos faz subir até o Céu, aos limites do Mistério, à procura do filho, da verdade, para descobrir o verdadeiro Rosto de Deus. Somente olhando para ele os nossos rostos não permanecerão confusos e poderão se tornar radiantes.

Cada vez que nos abandonamos a ele com confiança, num lugar à parte, longe da agitação das coisas do mundo, das palavras inúteis e enganadoras dos falsos profetas, cada vez que escutamos e aderimos à sua Palavra e nos nutrimos d’ele na Eucaristia, subimos com ele sobre a <alta montanha>. A Sua luz transfigurante, imortal, entra em nós, nos prende, nos transforma e nos transfigura. O nosso rosto se torna resplendente, espelho de vida divina, irradiado pela mesma luz que agora ilumina os nossos filhos amados, segundo a promessa que nos fez o Pai: <Vou levá-los para minha santa montanha, vou fazê-los felizes em minha casa de oração>. (Is 56,7)

Refletindo e rezando:

Estou consciente que quando subo sobre a alta montanha com Ele a Sua luz transfigurante fará resplandecer a minha cruz? Estou convencido que a proximidade com Jesus irradia uma luz que nenhuma sombra, nem mesmo a morte, pode obscurecer? Aquilo que eu acreditava ser uma punição se transformou em eleição, a desgraça em graça, a morte em vida nova? Peçamos a Maria, Mãe Consoladora, para ajudar-nos a escutar docilmente a Sua Palavra para que se cumpra em nós.

Por Andreana Bassanetti, extraído e traduzido da página www.figlincielo.it

Anúncios

Um pensamento sobre “Reflexão do mês de março de 2014

  1. gosto muito quando me manda essas mensagem me alivia bastante

    ainda não tenho muitas palavras p/ texto

    é que deus levou meu filho sullivan em 14/10/2013 com apenas 20 anos.

    o que nos alivia um pouco e que foi natural

    mas ainda choro muito sem enteder direito

    e lendo os comentarios de voçes comforta muito agente que rem filhos no céu.

    abraços carlos e ana pai e mãe

    Date: Thu, 13 Mar 2014 18:12:31 +0000 To: carlos-genova@hotmail.com

Escreva aqui o seu comentário, seu testemunho, seu pedido. Em breve, responderemos. Paz e Bem!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s