Reflexão do mês de maio de 2014

REFLEXÃO DO MÊS

 

Maio de 2014

 

“ Vou preparar um lugar para vós…” (Jo14,2)

Maio é o mês da <Morada Eterna>. O tempo no qual Jesus nos assegura que a sua partida não significa perda, separação, ausência mas início de uma nova presença, na qual Ele é glorificado, e representa um novo modo de estar junto. Jesus portanto não nos abandona, mas nos dá o seu Espírito que nos faz viver n’Ele, como Ele em nós, em uma alegre comunhão sem fim que se concretiza no amar-nos como Ele nos amou.

A sua partida não é uma morte que decreta o fim de um sonho bonito, mas é um cumprimento no amor, no qual todos nós nascemos para uma fecundidade de vida filial e fraterna.

Diante de um mistério assim grande como a morte de nosso filho ou de nossa filha, ou de uma pessoa querida, além da grande dor, não podemos esconder a nossa profunda perturbação através de mil perguntas, como aconteceu aos discípulos Tomé e Filipe: <O que acontece depois da morte? O que será de meu filho? Onde estará? Poderei revê-lo novamente?>

Jesus também hoje como então nos conforta: <Não se perturbe o vosso coração. Eu mesmo vos dou a garantia da morada eterna que vos acolherá, como acolheu os vossos amados filhos>. E nos põe em guarda para eventuais perigos que podemos encontrar nesta espera sempre muito longa, pelo vazio que sentimos no coração, frequentemente insuportável, que pode ser preenchido por tantos inúteis e enganosos substitutos.

Somente Ele é o Caminho, Verdade e Vida. De fato, se o <caminho> é único, os desvios são numerosos; se a <verdade> exige busca, a mentira brota espontaneamente; se a <vida> cresce com lentidão, a morte interior vem de repente, quase à nossa revelia. São tantas as tentações exteriores que não ajudam a caminhar no caminho certo, a buscar a verdade e a promover o caminho que leva àquela “Casa que tem apenas amor e luz sem fim…”

Somente seguindo confiantemente a Sua Palavra, o percurso que confiou à nossa Comunidade para uma compreensão profunda de Sua partida e do projeto que tem para cada um de nós, só acolhendo o amor que vem do Seu Espírito, que ajuda a percorrer o Seu mesmo caminho, o mesmo feito por Maria, poderemos morar eternamente com os nossos filhos.

Refletindo e rezando: 

A partida de meu filho é somente ausência ou está se tornando uma presença nova, mais aguda e intensa do que antes? De que coisas preencho o vazio deixado por meu filho? Estou percorrendo o Caminho, busco a Verdade para uma comunhão de Vida com meu filho e os meus irmãos que tenho ao meu lado? Peçamos a Maria, nossa Mãe Consoladora, para ajudar-nos a percorrer o seu mesmo caminho.

Por Andrena Bassanetti (extraído e traduzido da página www.figlincielo.it)

Anúncios

Escreva aqui o seu comentário, seu testemunho, seu pedido. Em breve, responderemos. Paz e Bem!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s