FÉ DOM DE DEUS

Como posso lidar com o meu luto?

Só Deus conhece a intensidade da nossa dor.  “Tenha paciência com todas as coisas, mas, principalmente, tenha paciência consigo mesmo… A cada dia que se inicia, comece a tarefa de novo”. (São Francisco de Sales). Portanto, tenhamos paciência conosco mesmo e tentemos respeitar o tempo necessário para que ela se acalme.

Esta dor é para sempre? De certa forma sim, porque o amor e o vínculo com um(a) filho(a) é único e para sempre. O que acontece é que aos poucos a dor se acalma e vamos reaprendendo a retomar a vida, a família,  enfim, dar continuidade aos compromissos, ao trabalho e demais responsabilidades que até então tínhamos deixado de lado. Claro que isso leva um tempo, e cada um de nós tem o seu.

Se procurarmos entender e respeitar os nossos limites, permitiremos o agir de Deus, que pelo Espírito Santo nos capacitará para a dura caminhada de um pai ou mãe enlutados.

Certo é que nunca mais seremos os mesmos. A dor nos faz rever uma série de valores e comportamentos. Nesse processo doloroso, o importante é não desistirmos e não permitirmos que o desânimo nos derrote.

Nada é permanente no mundo. Mas parece que só sentimos isso superficialmente. Até que a perda de alguém que amamos nos acorda vigorosamente para essa verdade. E quando se trata de um filho ou filha, teoricamente fora da ordem natural, a dor é maior ainda, indescritível.

Não é possível sentir saudade e não sofrer. Não é possível retomar as coisas do dia a dia e não chorar.  Recomeçar não é nada fácil, mas em Deus, com Deus e para  Deus é possível. É o momento de avançar na fé, na confiança e na esperança. A nossa dor dói em Deus, afirmou o profeta Isaías. Deus sofre junto. Deus vem ao nosso encontro.

Sem a fé tudo se torna um imenso vazio. Sem fé o desespero, a angústia e a dor predominam, e esses sentimentos negativos distorcem a visão da vida. Sobressai tudo o que gera dor e a vida passa a não ter mais sentido. Tudo o que Deus nos permitiu viver, toda a beleza dos momentos vividos ficam encobertos pela dor.

A fé nos faz crer que o fim na verdade é apenas o começo. Começo de uma vida nova em Deus.

Da fé nasce a esperança e a esperança se purifica através das lutas diárias. Só pela fé se percorre o caminho do luto. “A fé não é luz que dissipa todas as nossas trevas, mas lâmpada que guia os nossos passos na noite, e isto basta para o caminho.” (Lumem Fidei).

Que cada dia tenhamos realmente uma oportunidade de aproximarmos ainda mais de Deus, e consequentemente de nossos filhos.

Que a dor não seja maior que o amor. Que o amor sobressaia e nos faça crer que ao final da missão nossos filhos nos esperam para o grande encontro no céu.

Firmes em Deus até esse dia glorioso!

Anúncios

Um pensamento sobre “

  1. Só em Deus há de se continuar, não tenho dúvida do sustento diário do amor de Deus em minha vida…

Escreva aqui o seu comentário, seu testemunho, seu pedido. Em breve, responderemos. Paz e Bem!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s