Reflexão do Mês

… para serdes minhas testemunhas..(At 1,8)

Maio é o mês das <Testemunhas>. O tempo no qual Jesus nos chama a contemplar a sua subida ao Céu e nos convida a fazer um percurso que vai <do fechamento em si ao amor que abraça o universo> (Bento XVI) através de uma navegação interior, nos meandros do coração, amparados pela força do seu Santo Espírito que leva a um único alegre desejo: anunciar, ser suas testemunhas!

Quando nos encontramos diante de uma dor, assim grande como a perda de um filho ou de uma pessoa querida, é fácil que mente, corpo, espírito, fiquem bloqueados, paralisados. Nos parece impossível poder realizar a missão que nos indica Jesus, de ir a todo o mundo para anunciar a boa notícia, nos parece absurdo considerar uma separação, a <subida ao Céu>, verdadeiramente uma festa de ressurreição.

E mesmo os discípulos, quando o seu Mestre <foi elevado ao Céu>, levaram a alegria do Senhor ressuscitado, <partiram e pregaram por toda parte>. Jesus subindo ao Céu, parece ausente e no entanto está presente mais do que nunca, parece afastar-se do nosso olhar, mas na realidade se faz ainda mais próximo, mais íntima do nosso íntimo.

Assim acontece a cada um dos nossos filhos que estão n’Ele porque Jesus, subindo, eleva a nossa humanidade ao Céu, como membros do seu Corpo, na espera de alcançar a Cabeça, na glória. De fato, a nossa rebeldia, a nossa incredulidade não pode ser vencida através da transmissão de uma mensagem na qual crer, mas somente pelo encontro pessoal com Jesus, da nossa adesão total a Ele e da experiência do seu divino amor que transfigura a vida.

Também os nossos filhos no Céu, hoje, nos indicaram a nossa missão: <Anunciai, sejam suas testemunhas, nós podemos levar ao mundo o anúncio da vida verdadeira que estamos vivendo somente através de vós, através dos vossos lábios,  do vosso coração, das vossas mãos, dos vossos pés, no vosso tempo.

Vós não podeis imaginar qual a potência que tem o Espírito Santo que habita em vós, agora adormecido pela dor, pelo cansaço e pela mentalidade do mundo. A força e a energia que está dentro de vós quer emergir, para que vos torneis conscientes do que sois, do que podeis ser, do que sois chamados a ser: testemunhas do Ressuscitado.

 Refletindo e rezando:

Como vivo a ascensão ao Céu de meu filho, de minha filha? E a minha ascensão? Existe apenas separação ou sinto a potência do Santo Espírito que age em mim, me regenera, me plasma, me dá força e a luz do anúncio do Senhor Ressuscitado? Peçamos a Maria, Mãe consoladora, para ajudar-nos a subir com o Senhor e sermos suas testemunhas.

Anúncios

Um pensamento sobre “Reflexão do Mês

  1. obrigado por nos confortar com mensagens tão inportantes pra todos nos que temos filhos no céu.

    sou carlos pai do sullivan que foi morar no céu á um ano e meio com apenas 20 anos deixando um vazio imenso

    mas deixando muita fé que no final vai dar tudo certo.

    Date: Mon, 18 May 2015 12:49:12 +0000 To: carlos-genova@hotmail.com

Escreva aqui o seu comentário, seu testemunho, seu pedido. Em breve, responderemos. Paz e Bem!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s