Reflexão do mês – Março de 2017

“Se tu conhecesses o dom de Deus”    (Jo 4,10)

 Março é o mês do “Dom”. O tempo no qual Jesus quer oferecer-se totalmente a nós e tornar-se o nosso Dom predileto. Quer fazer-nos conhecer todas as vantagens divinas que recebemos da Sua doce presença. Tanto mais nos aproximamos dele, caminhamos nos seus caminhos e realizamos a Sua vontade, mais nos aproximamos dos nossos filhos e das pessoas queridas que estão nele, já aqui e agora.

Tornamo-nos todos um com eles e lhes fazemos contentes porque hoje eles querem o mesmo que quer Jesus. Se em vez disso nos afastamos dele, nos afastamos também dos nossos entes queridos.

Como aconteceu com a Samaritana no poço de Sicar, também hoje, início do caminho quaresmal, Jesus pára no poço do nosso coração e nos diz: “Dá-me de beber”. Estende a sua mão como um Esposo atencioso e declara o seu amor para nós: Tenho necessidade de ti, te quero, és parte de mim, pupila dos meus olhos.

Se declara por primeiro para fazer-nos conhecer as Suas verdadeiras intenções, inimagináveis, divinas e atrair-nos a Si. Como o melhor dos enamorados, o amor perfeito que todos nós desejamos ter ao lado.

No início parece ser somente Ele a ter necessidade de nós e a dizer: “Tenho sede”. Mas pouco a pouco como aconteceu com a Samaritana, estando na Sua luminosa presença, vemos mais claramente também dentro de nós: as nossas escolhas egoístas, as nossas faltas, a desordem que reina no nosso dia a dia.

Sentimos forte um anseio “Jesus tenho sede de Ti”. Longe das palavras vazias e inúteis que sempre nos confundem, sentimos que somos nós a ter necessidade dele! No poço do nosso coração, com Ele, nascem desejos novos: a necessidade de mudar, de renunciar aos nossos egoísmos, de pôr ordem nos afetos e nas relações, de fazer a Sua vontade. Sobretudo tornarmo-nos nós mesmos um dom para quem vive a mesma dolorosa experiência que nós e infelizmente caminham na ignorância e na escuridão.

 Rezemos:

Sou consciente de que o único e verdadeiro Dom é Jesus? Desejo fazer a vontade de Deus ou pretendo que Deus faça a minha vontade? Neste tempo de quaresma, de conversão, de purificação, fiz um programa diário para libertar-me dos meus egoísmos, da minha superficialidade, das minhas vontades? Peçamos a Maria, nossa Mãe Consoladora, e aos nossos entes queridos no Céu, neste tempo propício de quaresma, para ajudar-nos a ser melhores.

Andreana Bassanetti

Anúncios

Escreva aqui o seu comentário, seu testemunho, seu pedido. Em breve, responderemos. Paz e Bem!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s