Não perguntar por que, mas para quê!

NÃO PERGUNTAR POR QUE, MAS PARA QUÊ!

 

“Se alguém quer vir em meu seguimento, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me.” (Mc 8, 34)

Há momentos em nossa vida que tudo parece estar bem.  Em paz caminham todas as coisas, até que de repente o mundo começa a desabar e nossa vida é revirada de cabeça para baixo. É uma sucessão de lutas, dores e lágrimas.

Rezamos, choramos, gritamos por socorro, buscamos respostas para tantas perguntas. Parece que nada mais voltará ao normal.

Nesse momento o sofrimento nos impede de ver o agir de Deus em nossa vida. A dor coloca entre nós uma cortina escura que nos impossibilita de olharmos as coisas com serenidade. Se não tomarmos cuidado, podemos ficar sozinhos, tristes, desolados, desesperados e desemparados. E então, no coração humano surge a decepção, o desânimo, o cansaço, a descrença e o vazio.

O que fazer? Como entender tudo o que acontece e nos faz sentir tamanha dor? São Mistérios de Deus. Quanto mais buscamos respostas mais corremos o risco de caminhar no sentido oposto, mais nos afastamos. Por isso, mesmo sem entender, precisamos acolher a vontade de Deus em nossa vida.

Uma interpretação dos acontecimentos feita num momento de fragilidade pode nos levar a crer que Deus nos abandonou, mas na verdade Ele está caminhando conosco, oferecendo seus braços, desejando que seu amor verdadeiramente nos envolva, mas nossa limitação humana nos impede de entender.

As perguntas que surgem certamente ficarão sem respostas. Cabe a cada um de nós, em meio ao sofrimento, encontrar um sentido maior que nos conduza pelo caminho da fé até o dia do reencontro com os nossos filhos e entes queridos no céu.

O “por que” em nada vai amenizar a dor, mas o “para quê” sim, pois nos impulsionará para um aprofundamento na fé e confiança em Deus. A partir daí seremos novas criaturas, abertas para cumprir a missão a nós confiada. Haveremos de entender o que Deus espera de nós.

Que possamos abrir nosso coração ao amor de Deus, e assim, recebendo esse amor, embora convivendo diariamente com a saudade, a Paz reinará novamente. Que assim seja!

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!

Regina Araújo

Escreva aqui o seu comentário, seu testemunho, seu pedido. Em breve, responderemos. Paz e Bem!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s