Reflexão de Maio

Maio de 2011

 “.. as ovelhas o seguem, porque conhecem a sua voz..” (Jo 10,4b)

 Maio é o mês da <pertença>. O tempo no qual Jesus se apresenta aos Seus apóstolos e a todos nós, como o verdadeiro e único Bom Pastor capaz de conduzir as Suas ovelhas fora da escravidão do pecado e da morte e as ama a tal ponto de dar a vida pela sua salvação, para que sejam carregadas para sempre pelo amor transbordante do Pai. Chama-as uma por uma, caminha à frente delas, e aquelas que conhecem a Sua voz, sentem a alegria de pertencer-lhe e o seguem… e nós?

Quando a nossa vida é atravessada por uma grande prova, como a morte de um filho ou de uma filha ou de uma pessoa querida, é inevitável que o sensação de estar perdido e o estado de confusão no qual se cai comprometa a capacidade de escuta, ofusque o olhar, os pensamentos, os horizontes, as escolhas. Freqüentemente se põe em discussão o caminho de fé já feito, o relacionamento com Deus e transforma-se em surdos a todo o Seu chamado. Antes se tende a privilegiar mais as palavras que a Palavra, arriscando cair na rede dos falsos pastores que enganando instrumentalizam sem piedade a dor e a fragilidade do irmão.

Seguir a voz de Jesus Bom Pastor ao contrário, isto é, a Palavra, sobretudo nos momentos assim difíceis e escuros, significa não perder nada, nem menos as pessoas queridas que parecem desaparecer, mas ter tudo em abundância: o sentido e o valor da dor, a paz e a serenidade no coração, a vida plena e a felicidade eterna para os nossos filhos e para nós.

Quem de fato, entre as mil vozes vazias, reconhece a Sua voz e o segue, descobre a alegria de pertencer-lhe e de encontrar n’Ele a segura esperança que está procurando. Somente Ele tem palavras de vida eterna, somente Ele venceu a morte, somente Ele é a Porta de acesso para reencontrar e reabraçar os nossos filhos que subiram ao Pai.

Do gelo de uma morte sem esperança, graças ao Seu louco amor, agora nós e nossos filhos <pelas Suas chagas fomos curados e voltamos ao Pastor e Guardião das nossas almas>.

Refletindo e rezando

Como vivo o meu relacionamento pessoal com Jesus? Escuto a sua voz e me deixo guiar pela Sua Palavra ou me deixo enganar pelos falsos pastores? Sigo o seu exemplo e ponho a Sua vontade em primeiro lugar, deixando-me salvar pela sua força e pela sua graça ou ofereço resistência? Peçamos a Maria, nossa Mãe Consoladora para ajudar-nos a escutar a voz de seu Filho Bom Pastor e seguí-lo com confiança para ser parte de seu rebanho e levar o Sopro vital da ressurreição ao irmão que ainda está imerso no escuro e nas sombras da morte.

(Por Andreana Bassanetti, extraído e traduzido da página eletrônica http://www.figlincielo.it)

Anúncios

Escreva aqui o seu comentário, seu testemunho, seu pedido. Em breve, responderemos. Paz e Bem!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s