Reflexão de Setembro

Setembro de 2011

 

“.. os vossos caminhos não são os meus caminhos..” (Is 55,8)

Setembro é o mês do <Verdadeiro Caminho>. O tempo no qual Jesus nos convida a verificar as verdadeiras motivações da nossa fé, se na sua vinha somos operários da primeira ou da última hora, através do exemplo da parábola apresentada, para revelar-nos o caminho a percorrer, que parte do nosso coração segundo a lógica do amor divino, o verdadeiro caminho que nos leva ao Reino. Quando um filho deixa esta terra e interrompe a sua existência na flor dos anos, da descontração, dos projetos, das esperanças, deixando os afetos mais caros, o pai, a mãe, os irmãos e as irmãs, os amigos, as pequenas ou grandes alegrias que a vida sabe dar, vemos somente destruição e morte. Em semelhantes circunstâncias se é levado a olhar as outras famílias que não foram atingidas pelo luto com inveja e competição: <por que a nossa família é esmagada e eles, pelo contrário, estão todos unidos?>, <Deus é injusto, mantém na vida anciãos doentes que desejariam pôr fim aos seus sofrimentos e permite a morte de um jovem cheio de saúde e alegria de viver>, <que mal fez meu filho, minha filha, para merecer tudo isso?>. O relacionamento com Deus é freqüentemente ligado mais à <meritocracia> que à confiança, mas Deus não se merece, se acolhe, se ama. Se é, no entanto, mais orientado ao cálculo que ao Projeto, mais à nossa vontade que à vontade de Deus, mais à avaliação quantitativa que qualitativa da vida. Não é, de fato, sempre assim imediata a associação morte-ressurreição, nascimento no Céu, vida nova, vida eterna, visão beatífica de Deus, amor verdadeiro sem fim, alegria plena para sempre. A grandíssima dor pela separação violenta que a morte provocou não permite tomar em consideração uma grande verdade: o ter vivido menos anos sobre a terra dá-lhes a possibilidade de <antecipar> a vida verdadeira que está no Céu, o Paraíso. <Tanto quanto o céu está acima da terra assim estão os meus caminhos acima dos vossos, e os meus pensamentos acima dos vossos pensamentos> (Is 55,9) diz o Senhor, e o verdadeiro caminho é só o caminho do coração.

Refletindo e rezando:

Estás percorrendo o verdadeiro caminho que leva ao Reino onde mora o teu filho, tua filha, ou estás ligado aos teus caminhos, à tua lógica, aos teus juízos negativos sobre Deus? Estás ainda escravo da competição e da inveja ou entraste no caminho verdadeiro do perdão e da aceitação de um desígnio superior, abandonando-te com confiança à sua vontade? Peçamos a Maria, nossa Mãe consoladora para acompanhar-nos ao longo do nosso doloroso trabalho, para ajudar-nos a percorrer o mesmo caminho que ela e seu amado Filho Jesus percorreram.

(Por Andreana Bassanetti, extraído e traduzido da página eletrônica http://www.figlincielo.it)

Anúncios

Escreva aqui o seu comentário, seu testemunho, seu pedido. Em breve, responderemos. Paz e Bem!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s