Mensagem da fundadora por ocasião do primeiro aniversário do grupo no Brasil

Parma, 15 de Setembro de 2010 – Memória de Nossa Senhora das Dores

Caríssimas famílias,

Apesar da grande distância que nos separa e mesmo não tendo tido ainda o prazer de encontrar-me com vocês e conhecer a história pessoal de vocês, o evento dramático que atravessou a nossa vida, dolorosíssimo mas também precisosíssimo, me faz sentir, entretanto, estreitamente unida a cada um de vocês, profundamente e afetuosamente ligada à família de vocês, como se nos conhecêssemos desde sempre.

Eu vos quero bem, vocês estão no centro do meu coração e desejo que assim seja também para cada um de vocês.

Neste próximo encontro de Setembro, que marca o início de um novo ano pastoral para toda a nossa Família e, para vocês, também o primeiro ano de vida espiritual junto, neste dia particular para nós denso de grandes significados, dedicado a Nossa Senhora das Dores, desejo manifestar a vocês toda a minha admiração e gratidão pelo percurso que vocês estão fazendo, fatigoso e luminoso, que nos permite caminhar confiados a Cristo Ressuscitado, rumo à Vida eterna, onde agora vivem os nossos amados filhos.

Todos os dias agradeço a Deus por ter posto Padre Rogério em nosso caminho para que houvesse esta esplêndida oportunidade de caminhar unidos no longo caminho que nos foi confiado na Igreja: o ministério de consolação. Por isso, junto a vocês quero dirigir um agradecimento especial ao Padre Rogério, que com tanta paixão aderiu a este particular chamado, entrou de verdade no nosso carisma e pontualmente tem contato conosco e com vocês contribuindo na construção, com a ajuda também dos nossos filhos que estão no Céu, de uma ponte de amor e de consolação que envolve e ilumina todo o mundo. Que Deus lhe conceda toda bênção e o proteja sempre.

Agora, a semente plantada em São José dos Campos por Deus e sustentada pela vossa Família diocesana, na terra e no Céu, possa trazer para o futuro muito fruto, não só nos corações de vocês, feridos pela maior dor, mas  também ser incício de um caminho que difundirá o ministério da consolação em toda Igreja do Brasil, para que nenhuma família atingida por uma provação assim atroz se sinta sozinha.

Na esperança de poder abraçá-los pessoalmente, e desejo fazê-lo logo, asseguro a todos as minhas orações e o meu afeto.

Andreana Bassanetti

Anúncios

Escreva aqui o seu comentário, seu testemunho, seu pedido. Em breve, responderemos. Paz e Bem!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s