A dor da perda de um filho

Certa vez ouvi dizer que na adversidade Jesus toma conta de todo nosso ser, de fato isso aconteceu comigo no dia 11 de outubro de 2008. Nesse dia recebi uma notícia que nenhuma mãe gostaria de ouvir, ou seja, que meu filho acabara de falecer em um acidente de moto. Naquele momento senti meu coração esfriar e ao mesmo tempo, medo, insegurança, dúvidas, e por fim tristeza tomaram conta da minha vida. Depois de algumas horas veio a confirmação de que realmente meu filho havia partido desse mundo e junto dele muitos projetos ao qual ele planejava e eu também como mãe sonhava para ele,simplesmente pararam no tempo.

A dor de não poder mais ver meu filho falar, sorrir, abraçar- me, colocar- me em seu colo, levar- me para passear, enfim não aconteceria mais. Eu não conseguia ficar em pé diante da dor que parecia me consumir e nem mesmo sequer ouvir o que as pessoas falavam para mim naquele momento. Restava- me apenas segurar a camisa de meu filho junto a meu rosto, como que em dado momento o substituísse, e chorar deitada em uma cama pois uma parte de mim também partira junto com ele. Mas como o Senhor não nos abandona nunca, eis que uma pessoa veio ao meu encontro, envolveu- me em seus braços, e disse aos meus ouvidos com autoridade que Jesus lhe concedia a seguinte frase: Assim como minha mãe ficou de pé diante de meu sofrimento, você vai ficar de pé diante de seu sofrimento, pois como filha escolhida, sentirá meu amor preencher o espaço vazio deixado em seu coração com a partida de seu filho. Sem dúvida alguma senti naquele momento, Jesus e Maria segurarem-me pelas mãos e conduzirem- me para o que seria o último momento de uma mãe diante de seu filho,que já se encontrava nos braços do Pai.

Minha dor só não foi maior que a de Nossa Senhora, que assistiu de perto todo o sofrimento de seu filho Jesus, horas antes dele morrer. Graças a Deus que teve compaixão de mim, não permitindo que meu filho sofresse. Uma frase citada na música da Adriana ( Canção Nova ) guardo em meu coração. “Lágrimas doem pra valer, mas sempre há de prevalecer. Toda vontade do Senhor presente em minha vida.” Agradeço a Jesus por ter enviado uma pessoa para ficar a meu lado durante todo tempo em que fiquei diante de meu filho, pois o Senhor quis precisar dela para amenizar minha dor, dizendo tudo aquilo que o Espírito Santo queria que eu ouvisse, para que eu ficasse de pé, conforme havia anunciado.

Meu filho foi sepultado e nossa separação foi consumada apenas fisicamente, pois ele permanece vivo para sempre em meu coração, da mesma forma que Jesus e Maria também. Sinto isso, pois na manhã seguinte ao contemplar um novo dia que surgia, perguntei ao Espírito Santo se meu filho Rafael estava feliz diante de sua nova morada, queria uma resposta concreta através de algo que pudesse ver. No mesmo instante próximo a janela de meu quarto pousou um pássaro, muito bonito por sinal, que ficou olhando para mim durante alguns minutos o suficiente para que sentisse uma paz muito grande e tivesse certeza de que minha pergunta fora respondida.

Obrigado Senhor por viver a sua palavra no evangelho de João Cap. 11 Versículos 25-26. Disse- lhe Jesus: “Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim ainda que esteja morto, viverá. E todo aquele que vive e crê em mim, jamais morrerá “ .

A paz de Jesus e todo amor de Maria estejam com vocês.

Autora: Gláucia, irmã do Émerson da Danielle

1.311 pensamentos sobre “A dor da perda de um filho

  1. Meu filho fui tirado de mim no dia 03/01/2017 aos 15 anos de idade. Não estou mais aguentando viver com sua ausência. É muita dor, muito sofrimento.. a saudade está me corroendo… só queria ter a certeza de quê ele está bem.

  2. Meu filho faleceu faiz um ano não consigo aceita ele tinha 16 anos sinto q cada dia a dor só piora me ajudem os faço com a fauta dele meu deus

  3. Hoje faz onze meses que meu filho partiu mas quando da uma hora e quarenta minutos
    Eu
    Acordo e sinto mesma dor
    No coração sempre essa data eu queria Que nuca exististe mas minha dor não e diferente
    De outras mãe as vês dor da
    Saudade e tanta que eu não sei que fazer

  4. Hoje meu pequeno faria 24 anos…
    Teve sua caminhada interrompida aos cinco anos quando veio a falecer após dois anos de uma longa batalha contra o cancer…….
    Revolta, tristeza, solidão…..foram muitos os sentimentos que vivi, ainda hoje não entendo porque acontecem coisas assim…..
    Saudades eternas do meu pequeno.

    • Querida Dalva,

      Que a paz do Senhor esteja convosco!!

      O tempo e você percebeu que o seu filho não deixou de ser filho. Ficou eterno, porque Deus escreveu uma história de maternidade na sua vida. Com lutas e sofrimentos enquanto o seu pequeno esteve entre nós, porém houve uma história de amor, acima de qualquer outro sentimento. E é pelo amor que Deus tem por você e por seu filho que Ele dará o seu filho no momento do abraço eterno. Conforme ação de Cristo sobre a ressurreição do filho da viúva de Nain (Lucas 7,11-16). Neste trecho da Sagrada Escritura o Senhor se compadeceu daquela mãe. Deus também se compadece por quem chora de saudade, é um coração contrito que comove o Senhor (Isaías 57,15).
      Chorar de saudade é natural, faz parte de quem ama, porém chore com fé, chore com esperança.

      Deus está contigo e saiba que se encontra em nossas orações.

      Abraços fraternos

      Eliete

  5. Minha filha Bruna Gomes Priolli, foi pra junto do pai no dia 12.03.2017.
    Quando recebi a notícia que minha filha tinha sofrido um acidente em nenhum momento pensei que ela tivesse morrido,dirigia há 16 anos e nunca tinha sofrido uma acidente, quando falaram que foi fatal o chão sumiu a minha menina linda, adorável e amiga deixou esse mundo.
    Eu tenho medo que ela esteja sofrendo por ter nos deixado e deixado seu filho CAUÃ de 12 anos.
    Meu Deus com o tenho sofrido, existe momentos de desespero, tem horas que penso que não vou suportar, a falta física é forte demais, dói, dói muito.
    Peço a Jesus e nossa senhora que abrace ela todo momento é que seu filho como haverá nosso ANJO agora tem mais amor ainda.
    DEUS ABENÇOE

    • Querida amada Sônia,

      Que a paz do Senhor esteja com você e o amor de Maria siga os teus passos!

      Compreendemos o seu medo, porém temos a certeza que o amor que sua filha sentia, continua sentindo amor. Mas temos que lembrar que Deus é amor, que Seu Reino é de amor, e é isso que sua filha está vivendo, ela terminou sua missão, deixou um legado de amor e com uma certeza cumpriu dia a dia com amor, e diante de Deus, ela intercede pela sua família, por você, por seus e por seu filho de 12 anos.
      Se amarmos aqui nesta terra nos leva a crer que tudo é maravilhoso, em nome desse amor, o que dirá junto a Deus, que é o Perfeito Amor.
      Sônia, como mãe sentirá dor, saudade, e muitas vezes um aperto no coração que parecer até ser físico, porém não esqueça que sua filha, hoje, vive o amor e em nome desse amor viva, você, pela fé, e pela esperança e nunca tire os seus olhos de Deus. Pois Deus também não tira os olhos de você, pois Ele te ama de forma plena.

      Seja bem vinda ao Grupo Filhos no Céu, quando desejar venha nos visitar.

      Deus te abençoe profundamente,

      Abraços fraternos,

      Eliete

  6. Amanhã dia 03/05/2017 faz 5 anos que meu filho Diogo Vitor Pereira de Araújo, foi morar com Deus era um jovem de apenas 24 anos. Me deixando muito triste. Ele faleceu de um acidente de carro com ele faleceu também sua amiga Poliana Jéssica ela tinha 21 anos. Como o destino foi cruel pois vinha um bêbado irresponsável e provocou um grande acidente. O que mais me doe é que ele nao foi nem feito o teste do bafômetro não aconteceu nem uma punição com o mesmo, leva uma vida muito feliz e nós familiares vivemos sofrendo.

    • Maria Marta,

      A paz do Senhor Jesus esteja com você, e o amor de Maria junto ao seu coração de mãe!

      Infelizmente casos e casos de impunidades são comuns aqui no nosso pais, e pelo mundo todo. Nos deparamos com notícias tristes que desolam nossos corações e somente a fé em Deus e a esperança de saber que tudo passa é que nos leva adiante, andando um passo por dia, e por mais um dia e assim vamos caminhando.
      Ao ler o seu relato, fiquei pensando que Graças a Deus o que aconteceu não é importante para o seu filho, não é? Esse fato é dolorido para quem ficou, para quem partiu e hoje vive no coração de Deus, não há essa preocupação, e sim amor.
      Maria Marta, a dor da saudade é suficientemente grande, assim, não se prenda a mais nada,apenas ao amor, à fé, à esperança e à saudade e ore pelo seu filho, enquanto ele no céu intercede por você.
      Quando tiver pensamentos tristes se coloque na presença de Deus e leia essa passagem dos Salmos.
      “Em ti confio, ó meu Deus.
      Não deixes que eu seja humilhado
      nem que os meus inimigos triunfem sobre mim!
      Nenhum dos que esperam em ti
      ficará decepcionado;
      decepcionados ficarão
      aqueles que, sem motivo, agem traiçoeiramente. ”
      Salmos 25:2-3

      Esteja em nossas orações e pedimos da sua parte orações por Nosso Grupo Filhos no céu.

      Abraços fraternos

      Deus te abençoe profundamente.

      Eliete

Escreva aqui o seu comentário, seu testemunho, seu pedido. Em breve, responderemos. Paz e Bem!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s