A dor da perda de um filho

Certa vez ouvi dizer que na adversidade Jesus toma conta de todo nosso ser, de fato isso aconteceu comigo no dia 11 de outubro de 2008. Nesse dia recebi uma notícia que nenhuma mãe gostaria de ouvir, ou seja, que meu filho acabara de falecer em um acidente de moto. Naquele momento senti meu coração esfriar e ao mesmo tempo, medo, insegurança, dúvidas, e por fim tristeza tomaram conta da minha vida. Depois de algumas horas veio a confirmação de que realmente meu filho havia partido desse mundo e junto dele muitos projetos ao qual ele planejava e eu também como mãe sonhava para ele,simplesmente pararam no tempo.

A dor de não poder mais ver meu filho falar, sorrir, abraçar- me, colocar- me em seu colo, levar- me para passear, enfim não aconteceria mais. Eu não conseguia ficar em pé diante da dor que parecia me consumir e nem mesmo sequer ouvir o que as pessoas falavam para mim naquele momento. Restava- me apenas segurar a camisa de meu filho junto a meu rosto, como que em dado momento o substituísse, e chorar deitada em uma cama pois uma parte de mim também partira junto com ele. Mas como o Senhor não nos abandona nunca, eis que uma pessoa veio ao meu encontro, envolveu- me em seus braços, e disse aos meus ouvidos com autoridade que Jesus lhe concedia a seguinte frase: Assim como minha mãe ficou de pé diante de meu sofrimento, você vai ficar de pé diante de seu sofrimento, pois como filha escolhida, sentirá meu amor preencher o espaço vazio deixado em seu coração com a partida de seu filho. Sem dúvida alguma senti naquele momento, Jesus e Maria segurarem-me pelas mãos e conduzirem- me para o que seria o último momento de uma mãe diante de seu filho,que já se encontrava nos braços do Pai.

Minha dor só não foi maior que a de Nossa Senhora, que assistiu de perto todo o sofrimento de seu filho Jesus, horas antes dele morrer. Graças a Deus que teve compaixão de mim, não permitindo que meu filho sofresse. Uma frase citada na música da Adriana ( Canção Nova ) guardo em meu coração. “Lágrimas doem pra valer, mas sempre há de prevalecer. Toda vontade do Senhor presente em minha vida.” Agradeço a Jesus por ter enviado uma pessoa para ficar a meu lado durante todo tempo em que fiquei diante de meu filho, pois o Senhor quis precisar dela para amenizar minha dor, dizendo tudo aquilo que o Espírito Santo queria que eu ouvisse, para que eu ficasse de pé, conforme havia anunciado.

Meu filho foi sepultado e nossa separação foi consumada apenas fisicamente, pois ele permanece vivo para sempre em meu coração, da mesma forma que Jesus e Maria também. Sinto isso, pois na manhã seguinte ao contemplar um novo dia que surgia, perguntei ao Espírito Santo se meu filho Rafael estava feliz diante de sua nova morada, queria uma resposta concreta através de algo que pudesse ver. No mesmo instante próximo a janela de meu quarto pousou um pássaro, muito bonito por sinal, que ficou olhando para mim durante alguns minutos o suficiente para que sentisse uma paz muito grande e tivesse certeza de que minha pergunta fora respondida.

Obrigado Senhor por viver a sua palavra no evangelho de João Cap. 11 Versículos 25-26. Disse- lhe Jesus: “Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim ainda que esteja morto, viverá. E todo aquele que vive e crê em mim, jamais morrerá “ .

A paz de Jesus e todo amor de Maria estejam com vocês.

Autora: Gláucia, irmã do Émerson da Danielle

1.069 pensamentos sobre “A dor da perda de um filho

  1. Meu nome é Rosiane Preato, eu fui mãe aos 17 anos, tive um filho que se chamava Igor, lindo, um filho maravilhoso, um orgulho tê-lo como filho, educado, alegre, brincalhão, há toda vez que passava por mim, me tomava benção, bença maínha, ouço sua voz ainda, seu cheiro e seu olhar…mas no dia 26/05/2014, Deus o chamou para junto Dele, estava com 23 anos, pois mais da metade de minha vida passei com ele, meu filhote, ó Senhor como é difícil pra mim aceitar essa prova, meu filho infartou, parecia está tão bem, vi com ele ir toda a minha alegria, meus sonhos, projetos e o gosto de viver, hoje vivo pois me sinto obrigada a cada dia levantar, acordar e prosseguir com a vida, Deus tem sido meu sustento e minha força, mas não é fácil viver sem meu bebê, lindo e maravilhoso, Deus mais uma vez segura em minhas mãos, minha alma aflita pede sua atenção, cheguei ao nível mais difícil até aqui, me ajude a concluir!!!

    • Querida Roseani,

      A paz do Senhor esteja em vosso coração!

      Não é fácil, e como bem pediu, é com Deus que se pode concluir a missão de viver aqui, enquanto o filho te aguarda do outro lado.
      Mas com o tempo vamos vivendo uma certeza de que os filhos estão bem com Deus, e que aqui nos sobra a missão da saudade envolvida no mistério da cruz, e a esperança da ressurreição.
      Sente-se saudade, chora-se, uma saudade que chega até o físico, tamanha a dor que sentimos, porém diante desses sentimentos, teremos um consolo de Deus. Misericórdia de Deus, Graça gratuita do Pai, e com tudo também sentiremos o pedido do filho ao Pai em favor da maínha, os sinais muitas vezes ficarão evidente aos nossos olhos da fé. Compreendemos que é a intercessão do filho pedindo para que tenhamos a força movedora de Deus para seguirmos em frente, com o objetivo único de cumprirmos nossa missão e chegarmos na vida eterna e finalmente abraçar o filho amado.
      Roseani, no agudo da dor se entregue ao diálogo com Deus, e Ele não tardará em respostas que consolarão o seu coração, Deus é Pai e cuida de Seus filhos com um amor que somente Ele sente.
      E mesmo na saudade, o amor deverá está a frente pois é o amor que move para o dom da vida, que nos preenche.
      Encontre-se em nossas orações e coloque os pais e mães do Grupo Filhos no céu em tuas orações, pedindo a intercessão do seu Igor por cada um deles.

      Deus te abençoe,

      Eliete Gomes

  2. Meu filho se foi para os braços do Pai no dia 09 de julho de 2014 ele se suicidou sem deixar nenhum recado cheguei em casa e vi me filho morto, me vida mudou completamente estou perdida a tristeza invadiu a minha alma , meu filho tinha 25 anos era um rapaz alegre , aparentemente feliz de bem com a vida, meu único filho homem tenho mais duas filhas, menores, Tudo é tão dificil. Todos os dias reaprendo a viver,sobrevivendo a cada momento pelas minhas filhas e confiando na misericórdia DIVINA.

    • Elisomar, a Paz que só Jesus pode te dar, esteja constantemente com você.
      Não temos respostas pra inúmeras perguntas que surgem, quando a vida dá uma reviravolta dessas, de nos despedir de nossos filhos.
      Há dois anos, 04 meses e 13 dias também me despedi do meu Renan, sem aviso, sem dor, sem doença… apenas partiu.
      Só mesmo a confiança na promessa, a certeza de termos outros filhos que precisam de nós, faz com que a caminhada continue.
      Gosto muito de uma frase do pe. Fábio de Melo, que diz: ” já que não posso ressuscitar os mortos, ressuscitar os vivos”.
      É isso…
      Maria, que tudo silenciava no coração, ajudou os apóstolos a levar adiante o projeto de Deus, para si mesma e para todos.
      Nos agarremos a força da Mãe, que conhece nossa dor e acalenta nosso coração junto ao de Seu Filho Amado e no mistério da fé, aguardamos nosso reencontro na vida eterna prometida!
      Sinta-se abraçada, e tenha certeza de nossas orações por você e sua família.

      Stela

    • Querida Elisomar,

      A paz do Senhor esteja com você!

      É com a divina misericórdia que temos que contar em nossas vidas, porque o acontecimento de um filho nos anteceder no céu vem nos informar que é com Deus que devemos estar e com Deus devemos ficar.
      Tudo é de Deus, nossas vidas são Dele e para Ele voltam, nossos filhos são Dele, confiado a nós por um pequeno período, onde somos levados ao mais alto de nosso amor. e quando nosso filho parte o que temos então, a saudade como nova companheira, mas essa saudade que nos acompanhará nos informa que só a temos porque amamos.
      Então sabemos que tudo passará, e só o amor não passa, e por essa razão nos apegamos ao amor da forma mais forte, criamos as mais justificadas respostas pelo amor. resposta que não chegam para responder os por ques dos acontecimentos. Mas o amor vai mais profundo, vai mais forte e nos informa que sofremos porque amamos, e ouvindo essa resposta nosso coração se cala e ficamos mergulhados no amor que é a única razão por qual sofremos de saudade.
      Seria nossa vida melhor sem a presença do filho amado? Seria nossa história de vida mais bela, se não tivéssemos o filho que partiu para o céu? Independe de qual razão, a única coisa que nos é de fato respondida diante dos acontecimentos é que os nossos filhos cumpriram a sua missão, sentiram falta do céu e desejaram voltar para Quem os criou.
      Nossa vida, aqui é missão, continuamos fortes, talvez vacilaremos em nossos passos, em nossas descanso, sentimos a presença de Deus que unido aos nossos filhos vem ao nosso socorro.
      Saudade e amor, unidas pelos laços da fé e da esperança, nos leva a cada dia, em direção do filho amado. E como disse a Regina um dia em nosso Grupo, cada dia em nossas vidas é um dia a menos para o encontro onde acontecerá o abraço eterno.
      No final de nossas missões, encontraremos os filhos amados e com eles ficaremos eternamente. Sofreremos de saudade por quem ficou aqui? Não, porque a eternidade nos apresenta a paz que conforta todo o nosso ser, estaremos em Deus, ficaremos em Deus o nosso Pai e Criador, assim como já estão os nossos filhos, e eternamente viveremos a Glória do Bem Maior.
      Até a nosso encontro, nos apegamos a Deus a partir do hoje, para podermos experimentar um pouco da beleza do amor eterno, pois os filhos intercedem pelos pais e nossos laços de amor nos unem no eterno que há em outro lugar.
      Elisomar, temos a força do amor que nos move, o amor pelo filho, que se desfez apenas do seu corpo, mas continua vivo, alegre, feliz e muito mais de bem com a vida. Sendo teu único, como diz, ele continua sendo teu. Durante tuas orações fale com ele, terá sempre ao longo do dia um sinal da presença dele em Deus, e onde está Deus está também quem amamos e está tudo o que é amor. Os nossos filhos não morreram, eles vivem, e vivem felizes.
      Tenha por certo, que o amor persiste e nunca desiste, tenho por certo, que a vida dele continua, e que de onde está ele cuida de você e das tuas meninas.
      Há lágrimas de saudades, de vontade e desejo de ver e de tocar, mas que sejam nossas lágrimas apenas alimentada pela saudade e nada mais, pois a saudade já nos é suficientemente forte para nos mover em choro, assim, todo e qualquer outro tipo de pensamento deixado de lado e fiquemos apenas com o amor, com a saudade, e com a esperança.
      Elisomar, encontre-se em nossas orações e em suas orações peça pelos pais que perderam seus filhos para as drogas e para a mundo da violência, a cada oração, um jovem salvo, e não desista de ter uma nova missão, pedindo a intercessão do teu filho.

      Deus te abençoe e te console profundamente,

      Abraços fraternos,

      Eliete Gomes

    • Boa noite,Elisomar

      Agradeço a Deus pela oportunidade de dizer algumas palavras e peço que minhas palavras consigam de alguma maneira acalmar seu coração.Se existe algo mais doloroso que encontrar filho morto eu desconheço porque quando encontrei meu filho…não tem explicação a dor que senti.Lutamos cinco anos contra depressão maior e num desencontro meu filho se suicidou.A pessoa não tem controle,varias crises diárias,está bem e muda humor silenciosamente…é o perigo que não avisa….agora você sabe mãezinha….
      “Seu filho não se suicidou”…..e sabe também que tem aqui alguém que conhece a mesma tristeza e está orando por você .

      Nossa Senhora das Dores lhe cubra com seu manto sagrado

      Senhor de misericórdia confio em ti….

    • Eunice Silva Carneiro 09 .02 . 2015
      DEUS levou meu filho meu principezinho de 3 anos e dois meses no inicio do dia 10 era por volta de 1 e 10 da madrugada quando ele deu uma crise de falta de ar estava com coqueluche , já tinha ficado em ternado e a medica que cuidou dele falou que era coisa simples que podia cuidar em casa mas eu só depois que DEUS o levou que fiquei sabendo que deu refluxo por causa da vacina mas tudo isso nem um medico quis dizer se era verdade pois refluxo tem remédio pra controlar a falta de ar que DEUS nos de conforto pois a cada dia que passa e só dor saudade e essa tristeza que me consome

      • Querida Eunice,

        A paz do Senhor esteja em teu coração!

        Os caminhos de Deus são por muitas vezes insondáveis. Em meio a algum mal ou até mesmo alguma tragédia, Ele tira dali algo muito bom e maravilhoso e nos concede.
        Quando uma mãe se vê aguardando a chegada do bebê, nunca pensa que um dia irá vê-lo partir, e muito menos tão prematuramente, como foi o caso do teu lindo principezinho que partiu aso 3 anos de idade. Mas o mistério da vida é todo o dom concedido, a vida que chegou e que foi amada. O mistério da vida se revela em nossos corações quando olhamos o amor que sentimos.
        Saudade é o amor que fica, mas também é para quem tem um filho no céu, uma nova missão. Uma cruz carregada que só será abandonada quando terminar a nossa missão aqui nesta vida. Neste momento onde abandonaremos a cruz, lá estará o filho, o príncipe amado para ser eternamente abraçado.
        Terás alguém te esperando no céu, junto com Deus, dentro de um amor que só existe nesta relação filial, mãe, filho, Deus e filhos(você e tua criança).
        Tua história de vida tem essa marca que a saudade carimbou, mas tem o dom da vida, do amor, da maternidade que muito te alimenta, que por muitas vezes te fez feliz e te fará feliz. E por essa dor, então, começamos a compreender o bem que Deus faz, quando algo não positivo nos acontece.
        Nos momentos de dor, pense no amor que Deus tem por ti, e que sente pelo teu filho, alimente-se com a oração e coloque sempre a fé junto as tuas questões e tuas dores, junto as tuas lágrimas e tuas dúvidas, coloque sempre muita fé, entregue-se a esperança. Sentirá Deus te consolando e te carregando em Seu colo paternal.
        Eunice, Deus está contigo, te ama, e não te abandonará.
        Sinta-se em nossas orações.

        Deus te abençoe profundamente,

        Abraços fraternos,

        Eliete

  3. Meu sonho sempre foi ter uma familia, um marido amoroso e um filho. Em maio de 2014 descobri que estava gravida. Enlouqueci de alegria, planejei, sonhei e esperei por ela ansiosa. Tive uma gestação totalmente tranquila e em dezembro quando fez 39 semanas comecei a sentir as dores do parto. Fui pro hospital, fui examinada e a medica me encaminhou pra Cesaria de emergência pois minha filha tinha feito socozinho na minha bolsa. Minha filha nasceu com 3.850 kg era linda, gordinha de olhos azuis e loira como o pai. Apesar do peso e de ser perfeita, minha filha nasceu morta. Ela foi reanimada por 30 minutos e voltou. Apesar disso ela estava muito mal ainda e depois de 4 paradas cardíacas eu perdi ela. Fazem dois meses que tudo aconteceu e meu coração ainda esta parado. Náo ouvi minha filha chorar, náo vi minha filha sorrir e náo vi ela abrir os olhos. E isso me mata a cada dia. As vezes ainda sinto o peso morto dela nos meus braços e lembro de quando eu a segurei e implorei pra ela voltar pra mim… Perder um filho jah grande DOI mas perder um filho sem ver qualquer reação dele, sem conhecer algum som dele é infinitamente pior, é uma dor que náo se consegue expressar. A gente sonha espera, sonha, planeja para depois perder tudo e ir buscar nossa filha numa caixa com um saco de cinzas… Filha, Emmanuelle, mamãe te ama, hoje, amanha e sempre… Eu daria a minha vida pra ter a sua de volta.

    • Querida Kátia,

      A paz do Senhor esteja com você!

      Ver uma filha partir para o céu é dolorido demais, o tempo que for, sempre temos o desejo de tê-las mais perto, por mais tempo, enfim, querendo sempre que a natureza cuide de tal forma que não inverta a ordem do que nos parecia natural, até o momento que temos que devolver nossas pérolas para Deus.
      Não é um castigo, não é uma lição, não é nada disso, é realmente a missão de cada ser nesta vida. Então a Emmanuelle, foi anunciada a sua chegada, foi imediatamente amada por você que é mãe e teve esse convívio tão intenso com ela durantes os 9 meses, ela não logo partiu, o mais importante dessa relação foi vivida, pois enquanto a sentia o teu amor aumentava e aumentava.
      Sentiu-a em seus primeiros movimentos, ouvi seu coração durante os exames, fez planos, e nasceu um anjo. Um anjo que voltou para Deus, mas que viveu intensamente essa relação mãe e filha, a tua filha foi muito amada e sentiu isso, e em um mistério de Deus ela está com Ele pedindo pela mãezinha dela aqui na terra.
      Há coisas que não se podem ser comparada, e a gestação tranquila fez com que tudo em você fosse apenas vocês duas, tudo era voltado para ela, imensidão do amor que não tem preço, e como disse que sempre a amará, porque esse amor vivido entre vocês duas não tem volta mais, foi vivido e experimentado e para sempre está em você, e nela, no céu, junto com Deus.
      Kátia, a tua vida tem uma grande importância para quem está aqui, e para os novos sonhos que serão em ti realizados, e com certeza o teu anjinho Emmanuelle estará sempre pedindo ao Papai do céu que cuide de sua mãezinha Kátia. Quantas vezes desejar fechar os seus olhos e contemplar a vida, os sorrisos, as palavras e os passos poderá fazer. Mistério de Deus revelado em um coração saudoso.
      Nada irá tirar a Emmanuelle do teu coração, e Graças a Deus. A saudade é uma prova de que nossa alma se consola apenas com a eternidade. Assim, a saudade sempre sinalizará a esperança na eternidade no abraço eterno. Pois de tudo que vivemos, apenas Deus e o amor não passará.
      Kátia, encontre-se em nossas orações, e saiba que há muito sonhos por ti para serem realizados. E peça que teu anjo interceda por você.

      Deus te abençoe profundamente,

      Eliete Gomes

  4. Meu nome e camila tenho 22 anos e meu sonho era ter um filho e deus me consedeu, mas infelismente ele percebeu que não era a hora mas eu ja estava feliz, com seis meses minha bolsa estorou e meus medicos disseram que eu nao poderia ficar com Ele e fizeram um aborto, na quele momento me vi perdida e perguntando porque deus tinha feito comigo eu fiz tantos planos pra mim pra ele. E deus me deu e tirou, ate cheguei a pensar que deus nao existia, chegou uma infermeira e viu meu estado e disse minha filha tudo que deus faz e maravilhoso hoje você pode não entender a vontade dele, mas daqui com uns dias meses ou ate anos você vai ver ele e maravilhoso não te da fardos que você não possa carregar. É percebi que eu estava engana e peço perdão a deus até hoje, deus escreve certo por linhas tortas. Sei que na hora dele vou ter outro. Deus da força pra quem luta e crer nele. 😢🙏

    • Querida Camila,

      A paz do Senhor Jesus esteja com você!

      Primeiramente, seja bem vinda a Família Grupo Filhos no céu. Essa família, nasce exatamente desta dor de ver uma filha partir.
      Não temos respostas claras, para nenhum dos sofrimentos ocorridos, quando esses envolve uma mãe, um pai e um filho que antecipa a lógica humana e parte para o céu.
      Neste instante nos apegamos a cruz e encontramos nela um mistério que nos faz compreender o sentido da saudade, da dor, do sofrimento. Compreensão tamanha que nos faz sentir que Deus enviou o Seu Filho para nós e a humanidade O leva para cruz, inverso do que pareceria ser a salvação, era a morte de Cristo na cruz. Mas o fim é a Salvação pelo Cristo ressuscitado.
      Mistério que nos leva a uma certeza é de que os filhos estão bem, de que a missão de ser filho foi cumprida, e a missão de ser mãe, também foi.
      Camila, nunca deixará de ser mãe deste filho que Deus te deu. Nesta relação mãe e filho apenas quem conhece o amor e a proporção do amor maior é você e o teu filhinho.
      Deus deseja ter dar um filho e depois tirar para lhe ver sofrer?? Não, isso não é Deus, pois Deus é amor. Mas Deus ficou eternamente feliz com a tua relação amorosa de mãe e filho. Deus não tirou a toa filha, mas o teu pequeno cumpriu majestosamente a missão de te fazer mãe.
      Deus faz tudo maravilhosamente perfeito, e faz, quando algo não positivo nos ocorre, Deus vem em nosso auxílio e bate a porta desejoso para entrar e nos consolar, e nos fazermos vencedores. Essa é a lógica de Deus, nos amar e nos fazer sentirmos seres amados por Ele, e nos fazerem sentir amor em nossa pequena humanidade.
      Camila, após o cenário da cruz, nos é revelada a Salvação, na ressurreição do Cristo, do Filho de Deus e de Maria, que também foi uma Mãe que perdeu o Seu Filho. Essa vivência de Maria, você Camila também viveu, te foi concedido ser igualada a Nossa Senhora, e assim, podemos viver com Ela a esperança da eternidade, de que tudo ficará bem a partir daqui da terra mesmo, porque pelo Filho de Nossa Senhora sabemos que a vitória é concedida. E sempre a melhor forma possível.
      Fique tranquila, Deus conhece a tua dor, e Ele a perdoou com certeza, pois muito maior do que a suas questões, é o amor Dele que supera a todas as causas, porque Deus é amor, e o mais puro amor.
      Camila, encontre-se em nossas orações e coloque em suas orações as mães que passam pela mesma dor que você, será uma intercessora, junto a Jesus pelas mães que desejam ter em seu colo o filho fruto do amor perfeito de Deus.

      Deus te abençoe profundamente,
      Um Abraço fraterno,

      Eliete Gomes

    • Meu Nome: é Ana, minha historia bati com a sua, em outubro de 2012 engravidei da minha filha mayara, tive uma otima gestação, quando chegou no 7 mes e 2 semana, eu percebi que ela não estava mechendo isto não fazia nem 1 mes que tinha feito o morfologico estava tudo bem. derepente fui para o medico com urgencia, quando o medico diz que ela não tava com liquido e tava correndo risco de perder ela nossa foi um choque, ele me encaminhou para tomar a vacina para fortalecer o pumão , mais a minha medica nao quis tirar ela pq o pesso era muinto baixo 775 g. fiquei com ela 5 dias de reposso, na proxima sena que voltei ela ja esta emobito foi um choque tão grande que eu gritava para deus por que comigo senhor, não tinha quem me consolace, mais entreguei na mão de deus pq tudo que acontece na vida da gente, é por orden dele não podemos espernia gente não é facil, depois de 14 dias da perca dela eu tive uma enbolia pulmonar fique com estado grave fui para uti, me peguei com deus, e foi ali que foi mi sentindo que deus é grande, ele me salvou istou eu falo pq ja fasia 2 dias que eu tava com a enbolia e os medicos não descobria pedi a minha nossa senhora que intercedece por mi na quela hora pois fui melhorando, cada dia mais sai do hospital comecei a passar pelos medico para ver si eu tinha algun problema de saude, constou que eu tinha o lupuz e anticorpos no sangue, nossa mais um choque, mais não dezanimei, hoje eu tenho um grande problema para ter uma nova getação por causa do risco de vida que eu tenho mais não vou desistir do meu sonho, pesso para todos que ve minha histori, peço oração por mi e para todas as mae que tem dificudade de ter filhor, deus esta com agente pode cré.

      • Querida Ana Claudia,

        A paz do Senhor esteja com você!

        Só o caminho da fé, e com Deus pode nos salvar dessa imensa dor.
        Siga com Ele, pois Ele é o Deus de tudo, do possível e do impossível, e podes acreditar de depois de tantas lágrimas Deus concede aos teus filhos fieis e perseverantes a vitória.
        Deus está contigo, em todos os momentos.
        Encontre-se em nossas orações, e coloque os pais e mães do Grupo Filhos no céu, em suas doces orações também.

        Deus te abençoe,

        Eliete Gomes

  5. REALMENTE A FRASE “MÃE, VOU ALI E JÁ VOLTO” MACHUCA MUITO, FOI EXATAMENTE ESSAS PALAVRAS AS ULTIMAS QUE OUVI DO MEU FILHO ALEX BISPO.
    JÁ FAZEM 3 ANOS 6 MESES E 12 DIAS QUE ESPERO ESSA VOLTA, MAS INFELIZMENTE
    NÃO VAI ACONTECER. AINDA SINTO SEU CHEIRO, OUÇO SUA VOZ….
    QUANTA SAUDADE MEU DEUS!!!!!ESTOU VIVENDO POR VIVER, MINHA VIDA PERDEU O SENTIDO….COMO DOI….

    • Eu também estou passando por essa mesma dor que você esta sentido, a 92 dias a minha princesa Wanessa também partiu pra perto de Deus….Dói muito quando penso que minha filha não vai voltar mais.. Quando entro no quarto quando olho suas roupas, sua cama, sua mochila do colégio, catecismo, as brincadeiras tudo faz falta.

      • Querida Maria de Fátima,

        A paz do Nosso Senhor Jesus e o amor de Maria estejam com você!

        As vezes a nossa consolação está na nossa própria história. Somos desejosos do amor que partiu, então nos entregamos sem medo e sem receio, com confiança total ao amor de Deus para que Ele venha nos consolar diante da saudade.
        Somos em Deus mais fortes, crendo que a Vida concedida pelo Seu Filho nos faz esperançosos de que a saudade tem uma validade e um dia, estaremos juntos com quem amamos e iremos participar da alegria que os nossos filhos já participam.
        Ter fé em Deus para que Ele nos apresente os sinais. Para que Ele nos mostre que podemos confiar Nele, até mesmo quando estamos no escuro. São noites traiçoeiras e dias também, mas nestes dias sentimos a presença de Deus nos carregando no colo, nos sussurrando aos ouvidos de que tudo caminha para o melhor.
        A vida eterna que antes era apenas uma questão de fé, passa a ser antecipada aqui, porque começamos a viver a eternidade junto a filha que partiu e que nos foi dada, para sempre pelo amor. A filha nos mostrará sempre que tudo ficará bem, e que tudo já está bem a partir da presença dela junto a Deus e o Filho que se encontram no céu.
        Dói, lágrimas escorrem pela nossa face, sentimos saudade a ponto de ser físico o sentimento. Isso nos faz humana e mães, mas sentimos também que esse amor é muito forte, então ele é sinal da eternidade que caminha em nós.
        Maria de Fátima, a filha não vai voltar, pois cada dia somos nós que estamos indo ao encontro dela. Iremos seguindo sempre na mesma direção, na direção da santidade por ela construída, seguimos na eternidade e na alegria que por ela já vivenciada.
        Deus está contigo, te ama, e sempre te consolará, pois tens uma intercessora no céu, que contempla a face do Cristo e pede por você o tempo todo. Jesus não irá negar um pedido aos seus eleitos, aos que estão em Sua divina frente.
        Maria de Fátima, sinta-se em nossas orações e coloque pais e mães que têm seus filhos no céu, em suas orações e aos cuidados de sua filha Wanessa, a missão nesta relação, mãe, filha e Deus continua.

        Deus te abençoe,

        Eliete Gomes

    • Minha irmão Angela Bom Dia, a Paz de Jesus e Maria esteja contigo.Eu me chamo Maria de Fátima.
      Eu sofro a 104 dias com a partida da minha única filha Wanessa de 09 aninhos de idade.. mais eu sofro aqui na terra e me alegro em Cristo, pois eu sei que ela esta com no pai eterno.. A dor nunca vai passar, a ferida nunca vai sarar, mais a vida tem que continuar pois nos temos um intercessor la no ceu pro nos aqui na terra.Fica com Deus e Jesus e Maria te abençoa. Bom Dia.

    • Ruy,meu nome é Cristina,sou mãe de Tales,também perdi um filho companheiro e amigo que levou consigo minha alegria de viver.Tudo nos lembra alguém especial a quem dedicamos nossa vida e não está mais aqui contando seus segredos mais bonitos.
      Quando me sinto perdida,procuro ficar sozinha,numa prece conecto ao céu e sinto meu filho mais vivo do que nunca porque o amor que nos une é imortal e esse amor me renova dando a certeza do reencontro.
      Jesus de Misericórdia confio em ti!
      Deus o abençoe

    • Prezado Ruy,

      A paz do Senhor Jesus esteja com você!

      Em Cristo Jesus encontramos o novo sentido da vida. Mesmo com Jesus teremos saudades, que serão sempre doloridas para nós, mas nosso ser estabelece, na fé, uma razão para modificar o mundo em que vivemos.
      Ao ter um filho no céu, compreendemos a dinâmica do amor de Deus com mais profundidade e por esse amor que encontra-se em nossos corações, podemos testemunhar o nosso amor para quem ainda aqui vive e desconhece o sentido pleno do amor.
      O amor por um filho é incondicional, e viver esse amor sem a presença física nos torna pessoas capazes de movimentar o próprio ser em busca de um mundo melhor.
      A despedida não pode ser em vão, a saudade não pode ser em vão, o amor não é em vão, isso nos leva a crer que há algo que nossos filhos que encontram-se no céu esperam de nós.
      Nosso agir nesta vida passa a ter como foco a vida do filho que está no céu e pede a nossa caridade para que possamos cumprir nossa missão e finalmente, quando formos chamados por Deus, podermos abraça-los eternamente.
      Nossos sentimentos pedem coragem para que possamos agir com Deus pelo amor que sentimos e pelo amor que Deus sente por nós. Sermos motivo de testemunho do amor que nunca se acaba e nunca se finda.
      Ruy, nos momentos difíceis onde a saudade apertar o seu coração, entregue-se a Deus de maneira cega, onde a razão não possa compreender o seu agir, e neste mesmo momento coloque pais e mães que perdem seus filhos para as drogas a cada dia, peça a intercessão do seu filho que hoje encontra-se com Deus e vive uma nova missão, por esses jovens. E tenha por certo que suas orações entregues com amor serão ouvidas e vividas por Deus em cada irmão que precisa de quem lembre-se deles. Cria-se a partir da oração uma nova missão.
      Encontra-se em nossas orações, venha sempre que desejar falar neste espaço feito para sentir amor e saudade, fé e esperança.

      Abraços fraternos,

      Deus o abençoe profundamente,

      Eliete gomes

Escreva aqui o seu comentário, seu testemunho, seu pedido. Em breve, responderemos. Paz e Bem!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s