A dor da perda de um filho

Certa vez ouvi dizer que na adversidade Jesus toma conta de todo nosso ser, de fato isso aconteceu comigo no dia 11 de outubro de 2008. Nesse dia recebi uma notícia que nenhuma mãe gostaria de ouvir, ou seja, que meu filho acabara de falecer em um acidente de moto. Naquele momento senti meu coração esfriar e ao mesmo tempo, medo, insegurança, dúvidas, e por fim tristeza tomaram conta da minha vida. Depois de algumas horas veio a confirmação de que realmente meu filho havia partido desse mundo e junto dele muitos projetos ao qual ele planejava e eu também como mãe sonhava para ele,simplesmente pararam no tempo.

A dor de não poder mais ver meu filho falar, sorrir, abraçar- me, colocar- me em seu colo, levar- me para passear, enfim não aconteceria mais. Eu não conseguia ficar em pé diante da dor que parecia me consumir e nem mesmo sequer ouvir o que as pessoas falavam para mim naquele momento. Restava- me apenas segurar a camisa de meu filho junto a meu rosto, como que em dado momento o substituísse, e chorar deitada em uma cama pois uma parte de mim também partira junto com ele. Mas como o Senhor não nos abandona nunca, eis que uma pessoa veio ao meu encontro, envolveu- me em seus braços, e disse aos meus ouvidos com autoridade que Jesus lhe concedia a seguinte frase: Assim como minha mãe ficou de pé diante de meu sofrimento, você vai ficar de pé diante de seu sofrimento, pois como filha escolhida, sentirá meu amor preencher o espaço vazio deixado em seu coração com a partida de seu filho. Sem dúvida alguma senti naquele momento, Jesus e Maria segurarem-me pelas mãos e conduzirem- me para o que seria o último momento de uma mãe diante de seu filho,que já se encontrava nos braços do Pai.

Minha dor só não foi maior que a de Nossa Senhora, que assistiu de perto todo o sofrimento de seu filho Jesus, horas antes dele morrer. Graças a Deus que teve compaixão de mim, não permitindo que meu filho sofresse. Uma frase citada na música da Adriana ( Canção Nova ) guardo em meu coração. “Lágrimas doem pra valer, mas sempre há de prevalecer. Toda vontade do Senhor presente em minha vida.” Agradeço a Jesus por ter enviado uma pessoa para ficar a meu lado durante todo tempo em que fiquei diante de meu filho, pois o Senhor quis precisar dela para amenizar minha dor, dizendo tudo aquilo que o Espírito Santo queria que eu ouvisse, para que eu ficasse de pé, conforme havia anunciado.

Meu filho foi sepultado e nossa separação foi consumada apenas fisicamente, pois ele permanece vivo para sempre em meu coração, da mesma forma que Jesus e Maria também. Sinto isso, pois na manhã seguinte ao contemplar um novo dia que surgia, perguntei ao Espírito Santo se meu filho Rafael estava feliz diante de sua nova morada, queria uma resposta concreta através de algo que pudesse ver. No mesmo instante próximo a janela de meu quarto pousou um pássaro, muito bonito por sinal, que ficou olhando para mim durante alguns minutos o suficiente para que sentisse uma paz muito grande e tivesse certeza de que minha pergunta fora respondida.

Obrigado Senhor por viver a sua palavra no evangelho de João Cap. 11 Versículos 25-26. Disse- lhe Jesus: “Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim ainda que esteja morto, viverá. E todo aquele que vive e crê em mim, jamais morrerá “ .

A paz de Jesus e todo amor de Maria estejam com vocês.

Autora: Gláucia, irmã do Émerson da Danielle

Anúncios

1.363 pensamentos sobre “A dor da perda de um filho

  1. Boa noite, meu filho se chama Marco Antonio lemos camelo tinha 18 anos, ele estava sofrendo com uma forte dor de cabaça e alucinações, me dizia que ouvia vozes falarem para ele tirar sua própria vida e até a minha, e eu falava pra ele repreender as coisas que ouvia e pedir forças a Deus. O levei em vários lugares atras de ajuda e nada resolveu, ele estava fazendo tratamento com um psiquiatra e tomando vários remédios e nada resolvia. Do nada ele se revoltava comigo e falava que esse pais não tinha futuro e que ele tinha uma vontade muito grande de ir para os Estados Unidos e eu falava pra ele terminar os estudos, pois só faltava 4 meses e ai eu faria de tudo para que ele realizasse seu sonho. mais ele estava muito afobado e vendendo tudo de dentro de casa, foi quando briguei com ele no dia 30\08\17 pois ele tinha vendido o frigobar do quarto dele e quebrado a chave na porta, e ainda quebrado a lixeira do prédio. fui no curso onde ele dava aula de Inglês enfrente ao prédio onde morávamos e pedi para falar com ele e ele disse que não queria falar comigo, ai eu mandei ele sair , puta da vida e ele debochou da minha cara dizendo que quebrou mesmo. briguei com ele na frente dos outros e disse que isso não era de uma pessoa normal, disse que era melhor ele morar com o pai, já que com o pai ele estudava e não reclamava. Ele foi, e no dia 31\08\17 ele se suicidou. E hoje estou sofrendo muito não só por sentir sua falta, pois era meu único filho, mais por me sentir culpada. todos os dias penso em tirar a minha vida e acabar com esse meu sofrimento. Não estou aguentando esse sofrimento, e ainda a família do pai dele estão todos contra mim.Como se eu tivesse matado meu filho.

  2. Perdi meu único filho em 2014 choro ainda a saudade e imensa as parece mentira mas tenho que continuar a viver peço forças a Deus

    • Querida Simone!

      A paz do Senhor Jesus e o amor de Maria esteja com você!

      Sinta-se acolhida pelo nosso Grupo que chamamos de Família Filhos no céu.
      Essa caminhada na estrada da saudade tornou-se um pedaço da nossa missão. E com isso, somos testemunhas da alegria do que cada filho representa e que habitam nossas memórias e nossos corações.
      Simone, ver o único filho partir é uma dor incomparável, até porque sentimos que a nossa principal missão que é a de ser mãe, acaba. Porém, Deus em Sua infinita bondade nos dá força para continuarmos a viver e seguir em frente até que um dia o abraço eterno aconteça.
      Nunca Deus nos faz desistir da maternidade, ou seja, Ele deu o dom da maternidade e com ela ficamos, Deus não tira isso dos nossos corações, nem quando estamos distantes do filho que partiu.
      Precisamos falar para nós mesmos que apesar da saudade, esse filho foi amado, diferente de tantos outros filhos que há no mundo e não tiveram o privilégio de serem amados, não tiveram o convívio com a mãe, por qualquer razão, e a nós nos foi confiado o amor ao filho, a viver com o filho e ser amada pelo filho. E com isso nos sentimos abençoadas diante da missão de ser mãe que nunca terminou e foi de muito amor.
      No agudo do sua dor, continue a pedir para Deus que conforte o seu coração, e lembre-se de tantas outras mães que também choram a dor da saudade.
      Querida Simone, junte-se as nossas orações e também de outras mães que pedem por seus filhos. O fruto da consolação nascerá em outras mães que não tem o conhecimento da sua oração, mas sentirão o milagre do afeto e do cuidado de Deus acontecer em suas vidas. Confiamos juntas em Deus.

      Deus te abençoe profundamente,

      Abraços fraternos,

      Eliete Gomes

  3. Em 21/08/17 perdi meu filho mais velho, Mateus de apenas 20 anos, a morte dele se deu se uma forma traumática, ele estava sofrendo de depressão grave, estava em tratamento, mas mesmo assim ele cometeu suicídio, eu ainda estou sem acreditar porque os sonhos e projetos não fizeram ele melhorar, nem o nosso amor por ele. A sensação de não vê-lo mais é muito dolorosa, enfim não consigo aceitar ainda isso.

    • Querida Ludmilla!

      A paz do Senhor Jesus esteja com você!

      Ficamos sem palavras diante dessa sua dor. Porém, na ausência de palavras, recorremos em unidade às orações.
      Pedimos a Deus não uma resposta, pedimos a Deus o amor. O amor que consola, que cuida, que acalma. Confie no amor de Deus.
      Seu querido filho, tirou dele a dor e não a vida. A dor estava na vida aqui na terra, mas a vida dele não se acabou. Pense em todo o amor que você tem, com isso, lembre-se de todo o amor que Deus tem por ele, que é bem maior. Iria Deus desprezar alguém que sofreu com a dor na alma e no coração, como foi o seu filho? No céu o seu filho está com Deus, cumprindo a missão de ser olhado por Deus de perto.
      No abismo da dor que a depressão provoca a vítima busca uma solução que possa trazer paz,
      Hoje não temos respostas, amanhã, talvez, não teremos também. Elas chegam aos poucos, porém Deus sempre irá ficar contigo, segurando sua mão e dizendo que tudo está bem, e que tudo ficará perfeito. Creia que Deus faz o melhor por você.
      Sempre conte com nossas orações. Para o seu filho também estamos em oração.

      Deus a abençoe profundamente.

      Abraços fraternos,

      Eliete Gomes

    • Querida Ludmilla

      Sua dor é a mesma minha dor ….enorme vazio em meio a questionamentos doloridos e lágrimas que escorrem a cada lembrança …..tantos sonhos e projetos….salvei-o tantas vezes….a cada vez a força do amor nos fortalecia ….só que a depressão nos venceu ….

      Nada é mais forte que a prece de mães unidas na mesma dor ….lhe abraço numa oração desejando paz…consolo….nossos filhos estão vivos …só fechar os olhos e olhar dentro do coração e nas noites de luar entre as estrelas ….mostremos um lindo sorriso a eles …
      Que acha? ….somos mães e tudo que queremos é o melhor a nossos filhos …estão felizes é o que nos importa ….e um dia os reencontraremos ….

      Que Nossa Senhora das Dores a cubra com seu manto sagrado !

      Abraços fraternos

      Cristina mãe de Tales, filho no céu

  4. A 3 mesês perdi minha única filha,no dia 10/06/2017 de acidente de carro,ela estava prestes a se formar,cursava Biomedicina,e terminava dezembro 2017,uma filha alegre,feliz,cheia de sonhos,até hoje não consigo aceitar essa perda,estou com o meu coração despedaçados,mi ajude por favor

    • 0la preciosa! Perdi o meu filho dia 15/09/2017. Fiquei destroçada, arrasada. Pedi a Deus uma confirmação de que meu filho estava bem e que tudo aconteceu conforme a sua vontade. 30 minutos depois Deus me confirmou que ele estava feliz e que estava nos braços do pai. Tive uma paz tão grande que só Deus para nós amparar diante de tamanha dor. Sinto saudades; choro, mais seu que Deus é fiel e está no comando.

    • Querida Enoi!

      A paz do Senhor Jesus esteja com você!

      Seja bem vinda em nossa sala de visita, aqui podemos sentar, falar de nossas saudades, e chorar, pois essa Família chamada Grupo Filhos no Céu nasceu da mesma dor que você está sentindo.
      Sinta-se acolhida entre pessoas que têm o mesmo sofrimento e a mesma dor.
      Uma partida tão prematura nos deixa sem palavras, porém gostamos de dizer que quando não temos palavras, temos Deus. Ficamos com Deus para que possamos ser consoladas, para que possamos sentir Seus sinais, que toda dor um dia ficará mais suportável. E que os nossos filhos estão bem, é o próprios Deus Quem nos diz que eles estão vivos, que suas vidas não cessaram, estão vivos, do outro lado da sala. Em uma vida mais plena, cheia de amor, e felicidade.
      Deus é maior do que tudo que nos acontece, é com Ele que temos que ficar no momento da dor aguda. Não significa que nossa saudade irá desaparecer, pois onde tem amor, tem saudade na ausência física.
      Seguimos o caminho pela fé, pelo amor e pela esperança. Em alguns dias mais fraca, em outros mais fortes, mas vamos seguindo. Cada dia em nossas vidas é um dia a menos para o grande abraço, que será eterno.
      Não nos adianta perguntar “por quê”, mas com Deus perguntamos por uma razão para continuar. E Deus em Sua infinita bondade vem ao nosso encontro e nos diz como continuar.
      Enói, Deus é a grande razão para continuarmos em pé diante da dor, para cada dia um passo, para cada dia separado por uma noite, possamos nos conduzir pelo caminho, vivendo a missão que ainda nos foi deixada que é testemunhar essa alegria que a sua filha tinha.
      Deus te ama, no coração Dele está a sua querida filha, e com Deus vocês juntas estão.

      Encontre-se em nossas orações.

      Deus te abençoe profundamente,

      Abraços fraternos,

      Eliete Gomes

Escreva aqui o seu comentário, seu testemunho, seu pedido. Em breve, responderemos. Paz e Bem!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s