Minha Vickinha… / Maktub

Minha Vickinha…

Hoje vou contar um pouquinho sobre a Vic pra vocês…

Vickinha é meu amorzinho… Ela me fez conhecer o verdadeiro significado da palavra saudade!!! Saudades não é aquele sentimento que eu pensava que sintia quando ia fazer uma viagem e deixava meus filhos aqui. Saudades é isso que eu sinto agora, um sentimento enorme e grandioso. Saudade é quando a separação é por tempo indeterminado.

A Vic era minha caçulinha, minha pequena, que vivia sempre sorridente fazendo muita bagunça onde quer que estivesse. Ela era minha moleca sapeca que adorava disputar os carrinhos com o irmão. Não aceitava as coisas com facilidade, era turrona, tinha uma personalidade bem forte e mesmo antes de aprender sua primeira palavra já se fazia entender.

A Victoria fez tudo antes da hora para que pudéssemos ver o máximo possível. Sentou e ficou em pé com 5 meses, engatinhou aos 6 meses, andou aos 11 meses.  Ela nos deixou com a lembrança de seu pequeno vocabulário: qué (quero), ná (não), mãmã (mamãe), papa (papai), pa (patinho) entre outras palavrinhas fofas.

Nunca vamos nos esquecer da nosso última viagem duas semanas antes de sua partida. Ela andava toda rapidinha em um shopping do Rio de Janeiro, ia até a vitrine da loja de brinquedos, depois voltava e sentava num degrauzinho. Era tão lindinha fazendo isso. E a bagunça que fazia no nosso quarto do hotel, se trancando no banheiro toda hora.

Nunca poderíamos imaginar que esses seriam uns dos nossos últimos momentos juntos.

Mas tudo bem, a vida segue e onde quer que a Vic esteja, continuará sempre sendo nossa garotinha e será amada para sempre. Te amamos princess!!!!

———————————

Maktub

Sempre acreditei nessa palavrinha árabe: “Maktub”, que significa estava escrito, agora então nem se fala. Para mim tudo isso que estamos vivendo já estava escrito. Acredito que tudo isso é predestinado. Temos a opção de mudar muitas coisas segundo o nosso livre arbítrio mas creio que certas coisas vem escritas e são inevitáveis. Vejo isso nitidamente com essa fatalidade que aconteceu com a Vic. Nós não tivemos nenhuma chance de salvá-la. É muito raro hoje em dia uma criança morrer assim da noite para o dia sem dar tempo de nenhum socorro.

Para quem não sabe, um dia antes de sua morte a Vic estava ótima e feliz brincando num domingo de sol. Na segunda-feira, mamou as 5 da manhã e as 8 vomitou. Ficou caidinha durante a manhã, achávamos que talvez fosse sono. Como ela tinha vomitado, nem dei almoço pra ela, ela tomou um banhinho e foi dormir, dormiu 1h 30 aproximadamente, acordou, mamou toda mamadeira, brincou um pouco com o Pedro, mas estava chatinha, dando uns chorinhos. Dei Alivium pra ela (pra quem não tem filhos, Alivium é um remedinho que tira o mal estar), como depois de uma hora ela continuava desanimadinha, resolvi levá-la ao pediatra mas apenas por precaução pois nunca imaginei que ela tivesse algo sério.

Entre 5 e 6 da tarde ela foi examinada da cabeça aos pés pelo pediatra, e a única coisa que ela parecia ter era uma dessas viroses de crianças. Levei ela pra casa, ela mamou, vomitou mais uma vez e dormiu, acordou algumas vezes parecendo que estava enjoada e queria vomitar, mas depois dormiu bem por algumas horinhas. Lá pelas 2h30 da manhã começou a dar uns gemidinhos dormindo. Tiramos ela do berço e ela vomitou um líquido marrom. Neste momento já pegamos ela e saímos para o hospital, não deu tempo nem de chegar lá ( e eu moro a no máximo 2 minutos do Einstein)… Enfim, nada mostrava que pudesse ser algo grave. Resumindo: Maktub.

Era pra ser assim, era pra ser ela, era pra ser a gente. Por que? Só Deus sabe. Quem sabe um dia agente também possa saber. O fato que tínhamos que passar estava escrito, mas a nossa reação dependia do nosso livre arbítrio. Pudermos escolher entre nos revoltar e aceitar. Optamos por aceitar e seguir em frente com muita fé em Deus. Sabemos que Ele sabe o que faz e certamente livrou a nós e a Vic de algo pior. Estamos tendo  possibilidade de crescer como seres-humanos e apesar de ser difícil, temos que agradecer a oportunidade de crescimento. Sei que meu anjinho está com Deus e muito bem amparada e se um dia eu precisar de algo muito importante posso pedir que ela peça por mim.

Todos nós temos coisas em nossa vida que estão escritas e vão acontecer de uma maneira ou de outra!!!!

Ambos os textos foram extraídos do blog de Juliana Mansur, mãe da pequenina Vickinha (filha no Céu): http://vicmansur.wordpress.com/page/2/

Anúncios

7 pensamentos sobre “Minha Vickinha… / Maktub

  1. Olá Claudia
    Eu sou Rodolfo também um pai que tem um filho no céu
    Tive o prazer e a honra de conviver com meu filho por 19 anos, faço parte do grupo filhos no céu u sei o quanto essas datas são marcantes
    Tenha a certesa que estaremos em oração por voce e seu marido nesse dia dos pais
    Aproveitando, um feliz dia dos pais a todos e principalmente aqueles pais que como eu tem filhos no céu
    Abraços
    Rodolfo

  2. Hoje exatamente faz 4 meses q minha filhinha Maria Victória se foi, estava quase tudo pronto para a sua chegada, faltava 2 meses apenas, senti dores e falta de ar, liguei p o médico, ele disse q era normal, tipo “peso da barriga”, disse para que eu tomasse Ibuprofeno, tomei e com muito custo eu dormi.No dia seguinte não senti ela mexer na minha barriga, depois no ultrassom ela ja estava sem vida, perdi o chão, eu e meu marido…Foram 12 horas de sofrimento na indução do parto, tive 2 choques anafiláticos, quase fui a óbito tbém, para ve-la nascer morta, ter que velar e enterrar a nossa princesinha!Uma criança linda e perfeita que deveria ter nascido prematura mesmo, mas a negligência daquele médico não deixou…
    Me sinto culpada e culpo em pensamento meu esposo que nada fez vendo minhas dores, meu sofrimento!Aí vem os porques e o se… Algo que poderámos ter evitado, ela poderia estar aqui viva e meu marido comemorando o primeiro dia dos Pais ao lado da Maria Victória!
    Hoje tenho dores de cabeça insuportáveis e diárias e hipertensão, algo que ha um ano atrás, eu nunca imaginaria passar por isso!!!
    Peço que orem por mim, que orarei por vcs!
    Eu a amarei para sempre…………………………………………………………..
    Abraços. Cláudia.

    • Claudia,

      A paz do Nosso Senhor Jesus esteja com você e com o seu marido!

      Por favor, não se prenda aos “por quês”, e nem mesmo aos “se”.
      Veja, que lindo papel a Maria Vitória teve em sua vida.
      Os meses ela passou dentro de você não serão invalidados, sempre estarão presente em seu coração, pense na primeira vez que ela mexeu…tua vida nunca mais será a mesma, se pensar em toda a alegria que viveram juntas. A Maria Vitória construiu a história da vida dela em você e hoje você pode dizer que é uma pessoa melhor, porque ela fez com que você conhecesse a verdade do amor. O amor incondicional foi vivido e experimentado por você que é mãe.
      Ela cumpriu a missão dela. Viveu dentro de você , te fazendo mãe. Não permita que pensamentos ruins invalide o amor que ela fez brotar em você.
      Tenha compaixão por você e por todos que se envolveram nesta história. Esqueça a culpa. Esqueça tudo, mas não se esqueça do amor que sente e sempre sentirá. E quando tudo estiver doendo recorra ao Pai Eterno, Ele que é Pai de todos, autor da vida presente e da vida Eterna te consolará.
      Conte conosco e com nossas orações.

      Deus te abençoe e proteja.

      Eliete Gomes

  3. oi minha querida, como é dificil para uma mãe, ver seu filho partir primeiro. Sou Neuza, mae da Vanessa e do Luis Gustavo, meu filho Luis Gustavo, partiu a 5 anos e 10 meses, acabara de completar 19 anos, como nós éramos felizes, quanta saudade e como doi, como nos faz falta, aquele abraço, aquele sorriso. É só Deus mesmo que nos ampara e que nos da força para continuarmos nossa caminhada. Que Deus a ajude a superar essa perda, assim como ele me ajuda, reze por mim que eu estarei rezando por você, beijos.
    neuza e rodolfo.

  4. primeiramente eu sinto muito….. nossos filhos não deveriam ir primeir oq a gente nunca…. mas como vc disse maktub… essa palavrinha eu não conhecia, mas com certeza vou começar a utilizá-la… obrigada por compartilhar a história dessa linda anjinha…. tb vou seguindo e preferi aceitar q era assim pra ser… meu filhinho só viveu um dia, mas o amor q sinto por ele nunca acabará….
    Que Deus continue nos dando força…. beijo

Escreva aqui o seu comentário, seu testemunho, seu pedido. Em breve, responderemos. Paz e Bem!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s